Monumento Nacional

Monumento Nacional ou de Interesse Nacional é considerado quando representa um valor cultural com significado para o País. Esta designação é atribuída aos bens imóveis classificados como de interesse nacional, sejam eles monumentos, conjuntos ou locais.

  • Situado numa linha fronteiriça, o Castelo de Arouce, assim igualmente conhecido, remonta a um tempo anterior à Nacionalidade.
  • Castelo Medieval do século XIII, foi fundado por D. Lourenço Afonso, Mestre da Ordem de Avis, a mando do Rei D. Dinis.
  • O ex-libris da vila de Alegrete, estrategicamente situado, tornou-se numa das mais importantes fortificações do Alto Alentejo.
  • O que hoje podemos encontrar são os restos da Fortaleza e cerca edificadas / reconstruídas por Brás Garcia Mascarenhas, no séc. XVII.
  • Castelo Medieval da época da Reconquista Cristã da Península Ibérica, quando esta região foi conquistada aos Mouros e por sua vez ocupada pelos Portugueses.
  • D. João II concedeu ao barão de Alvito o direito de ali construir um castelo, atribuindo-lhe o senhorio da vila e das povoações vizinhas, confirmado em 1489. A construção do castelo terá sido...
  • Castelo dos Mouros ou de Moreira, pertence à época Medieval, a sua construção remonta ao final do século X e início do século XI.
  • Na colina do castelo ergue-se este monumental monumento do Paço dos Alcaides, assim igualmente conhecido, em que a sua edificação teve início nos princípios do séc. XIV por D. Dinis.
  • Após a conquista destas terras aos mouros, D. Afonso Henriques cedeu-as à Ordem de Évora em 1211 para ser construído o castelo. O terceiro mestre desta Ordem, D. Fernão Anes, fez construir o castelo...
  • O Castelo de Beja, edificado sobre um primitivo forte romano do século III e IV, apresenta uma estrutura medieval de planta pentagonal.
  • O Castelo de Belmonte pertence a uma das quatro vilas Históricas de Castelo Branco e das doze de Portugal. Daqui partiu Pedro Álvares Cabral para descobrir o Brasil.
  • O Castelo de Bragança está situado no interior da Cidadela. Construído sobre uma primitiva fortificação, foi erguido no reinado de D. Afonso Henriques.
  • O Castelo foi mandado construir em 1310 por D. Dinis e ampliado no séc. XV por D. João II devido à sua importância estratégica.
  • Este castelo do século XIII e a sua Vila passaram a pertencer à Coroa Portuguesa como dote de casamento da Rainha Santa com D. Dinis, tendo este outorgado o foral em 1296.
  • A Aldeia de Castelo Mendo é uma das mais antigas de Portugal, com vestígios que ascendem à época da Idade do Bronze e da Época Romana.
  • O Castelo foi fundado em 955 por iniciativa de São Rosendo. D. Afonso Henriques conquistou este Castelo aos Leonenses em 1140, mandando-o reparar cinco anos mais tarde.
  • A história do castelo começa anteriormente à ocupação romana da Península Ibérica, pensa-se talvez dos tempos dos visigodos, em que ainda era um castro.
  • Fortificação Islâmica, foi reconstruído nos séc. XIII e XIV, tomando só no séc. XVI a atual forma. Foi testemunho de grandes acontecimentos, como por exemplo tratados de paz.
  • Para melhor defesa desta parte de Portugal o castelo foi erigido sobre a escarpa do lado direito do rio por D. Gualdim Pais, da Ordem dos Templários.
  • Do primitivo castelo destacam-se a Alcáçova com a Torre de Menagem, a cisterna abobadada e duas portas, a dos Fogos e a do Sol.