Monumento Nacional

Monumento Nacional ou de Interesse Nacional é considerado quando representa um valor cultural com significado para o País. Esta designação é atribuída aos bens imóveis classificados como de interesse nacional, sejam eles monumentos, conjuntos ou locais.

  • A Anta de Agualva etá totalmente abandonada o que é incompreensível, tanto mais que se trata do único Monumento Nacional de uma das maiores freguesias da Europa.
  • Este monumento pré-histórico tem a sua data compreendida entre os anos 2000 a 1700 a.C., é o maior e o melhor preservado Monumento Megalítico de todos os quantos identificados até então, no Vale de...
  • A Anta de Santa Marta poderá ter sido edificada durante o terceiro milénio a.C. É constituído por sete esteios com uma laje superior.
  • Anta-Capela Altar Esta anta é possivelmente do IV ou III milénio a.C. servindo, como habitual nas antas, como monumento funerário pré-histórico. No século XVII, dada a sua dimensão e a sua...
  • Fazendo parte da Cidadela este edifício abrangeu duas instituições como a Antiga Casa da Câmara e o Tribunal. Provavelmente remonta ao séc. XVII.
  • Situada no núcleo histórico de Guimarães, com a fachada principal para o Largo da Oliveira, a sua edificação iniciou-se no reinado de D. João I no séc. XIV, com uma remodelação no século XVIII.
  • Este edifício dos Antigos Paços do Concelho é um edifício singular, possui uma planta retangular simples de dois pisos rematados com merlões. A fachada principal, no piso inferior, apresenta três...
  • Em 1537, no reinado de D. João III, designou o arquitecto Francisco de Arruda para executar o aqueduto de Elvas, começando as obras neste mesmo ano.
  • Um sistema de transporte de água com início na Mãe d'Água Velha, perto de Caneças, e fim no reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras.
  • Mais conhecido por aqueduto de Vila de Conde, mas também de Santa Clara pois é aí que termina. Este meio de transporte de água, sendo do século XVI, é de estilo românico. A sua construção...
  • Situado no largo João Paulo II, o aqueduto foi edificado por volta de 1570, a mando de D. Sebastião, para transportar a água da cidade alta para a colina que se apresentava à sua frente, onde seria...
  • A construção é atribuída à segunda metade do séc. XVI quando D. Sebastião concedeu licença para que o aqueduto fosse prolongado, coincidindo com o restauro da Fonte dos Canos em 1561.
  • Uma das monumentais obras do género cuja finalidade foi abastecer de água o convento de Cristo em Tomar, tem o seu início no lugar de Pegões.
  • Este monumento, que acaba por se tornar devocional, constitui o único ou um dos poucos exemplares conhecidos no noroeste peninsular, referente aos anos entre 98 e 117 d.C.
  • O Arco da Porta Nova é a porta de entrada na cidade de Braga, Portugal. Esta "nova" porta da cidade, foi aberta em 1512, no tempo de Arcebispo D. Diogo de Sousa. A atual construção data de 1772,...
  • O Arco da Vila é a entrada primitiva de Ossónoba romana, atual Faro, uma edificação barroca da segunda metade do séc. XVIII.
  • É conhecida como o Arco de Almedina, justamente por a torre com o mesmo nome se situar mesmo atrás deste, mas na verdade chama-se de Porta de Barbacã, uma vez que esta serviu para reforçar a entrada...
  • Um dos muitos elevadores existentes em Lisboa que ligam uma parte baixa a uma alta da cidade, este liga a Rua de São José à Rua Câmara Pestana.
  • A Basílica da Estrela, um antigo convento de freiras carmelitas, apresenta características do estilo barroco final e do neoclássico.
  • A Prisão está situada no núcleo urbano de Marialva, precisamente ao lado do tribunal e Câmara.