Anta da Cunha Baixa

Esta anta, datada entre 3000 e 2500 a.C., é composta por uma câmara de nove esteios e um corredor com oito esteios de cada lado, verificando-se ser local de enterramento coletivo. Alguns esteios estão partidos.

Existe ainda a cobertura da câmara e uma cobertura no final do corredor, mas já não há sinais da mamoa que possivelmente foi destruída.

Foi iniciada a recuperação desta anta em 1987. Embora datada de cerca de 3000 a.C., a sua utilização durou até à Idade de Bronze, talvez até 1200 a.C., tendo em conta os materiais ali encontrados. Estes materiais, machados, cerâmica e micrólitos, estão no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa.

A anta está classificada como Monumento Nacional desde 1910.

(Foto por Concierge.2C - Obra do próprio, CC BY-SA 3.0, Wikipedia)

Localização

Coordenadas GPS: N 40 34.202' W 007 46.250'  (40.57003, -7.77083)

Temas / Tags

Cunha Baixa, publicado em por