Monumento Nacional

Monumento Nacional ou de Interesse Nacional é considerado quando representa um valor cultural com significado para o País. Esta designação é atribuída aos bens imóveis classificados como de interesse nacional, sejam eles monumentos, conjuntos ou locais.

  • A cidade de Ammaia, do século I d.C., é o mais importante vestígio da sua época, da civilização romana, existente na região do norte alentejano.
  • Esta estrutura castrejo-romana Tongóbriga foi possivelmente criada pelo Imperador Augusto, que fez com que esta evoluísse nos campos político, económico e administrativo.
  • Uma cidade dentro de outra com quase 900 anos de diferença. A cidade dos primórdios a Nacionalidade iniciou-se e reforçou-se, tornando-se na cidade de hoje.
  • A Citânia de Sanfins é considerada um dos maiores povoados fortificados alguma vez descobertos. A sua edificação terá ocorrido entre o séc. V a.C. e a segunda metade do séc. II a.C.
  • A Citânia de Santa Luzia é considerada o exemplar mais notável dos povoados fortificados existentes do noroeste peninsular, pela sua dimensão, planeamento urbanístico e tipologia.
  • A Anta é do tempo do neocalcolítico, altura em que nesta zona de Castelo de Vide foram construídos os Monumentos Megalíticos.
  • Este complexo, exteriormente apenas uma torre e residência senhorial, tem origem numa vila tardo-romana dos séculos IV e V.
  • Datado do séc. XVI, as obras da igreja e do convento foram terminadas pela Rainha D. Catarina. Sobre uma antiga judiaria, é um exemplo da arte renascentista no Algarve.
  • O Convento de Nossa Senhora da Conceição foi fundado por ordem dos primeiros Duques de Beja, D. Fernando e D. Brites, pais da Rainha D. Leonor e do Rei D. Fernando.
  • Fundado em 1494 pelos frades eremitas de Santo Agostinho calçados, veio a sofrer profundas remodelações nos séculos XVI e XVII.
  • Este Convento foi fundado em 1719 por iniciativa de frei Ascenso Vaquero. Com a remodelação em 1753, foi construído um hospício.
  • A Rainha D. Leonor Teles foi a ombreira deste Convento em 1376, onde D. Fernando possuía um palácio. Este convento ao longo dos séculos sofreu constantemente com obras.
  • O donatário da Ilha de Madeira, João Gonçalves da Câmara, mandou edificar o Convento de Santa Clara nos finais do séc. XVI para recolher as filhas da nobreza local.
  • Teve a sua primeira pedra em 1649, estando parcialmente terminado em 1696 (data da sagração do templo), faltando por isso terminar os claustros, a portaria e aqueduto, que foram terminados em...
  • O Convento de São Domingos foi fundado em 1267, construído sobre uma Ermida da Nossa Senhora dos Mártires. Sofreu alterações no séc. XV e no séc. XVII.
  • Este palácio real onde D. Sancha terá vivido até se retirar para o Mosteiro de Celas, foi convertido num convento e entregue à Ordem dos Frades Menores de São Francisco.
  • Do Convento de São Francisco subsiste somente a igreja e o claustro, situado na Rua 31 de Janeiro, zona privilegiada da cidade desde do século XIII.
  • A Igreja, sendo do século XIII, pertenceu ao antigo Convento feminino fundado no século XII, a quem D. Afonso Henriques concedeu o couto em 1141.
  • Esta Cruz de Portugal é datada entre os sécs. XV e XVI. Foi esculpida em calcário branco e tem três metros de altura.
  • Segundo inscrições, este cruzeiro foi erguido em 1604, reedificado em 1774 e restaurado no início do século XX.