Século XVIII

O Século XVIII foi o século da revolução industrial, das ideias iluministas e acontecimentos históricos em Portugal como o terramoto de 1755. Muitos monumentos ficaram destruídos naquele fatídico dia 1 de novembro, sendo depois muitos deles reconstruídos ou recuperados, agora segundo os métodos e estilos mais recentes. Sendo o final da Época Moderna e o início da Contemporânea, foram construídos monumentos mais modernos, mais atuais, muito diferentes dos clássicos.

  • Situado na Praça do Comércio, este cais era o local de embarque e desembarque de figuras importantes, como por exemplo a Rainha Isabel II de Inglaterra.
  • Este calvário de seis cruzes, com a particularidade de estar formado em cruz latina, seria parte de uma Via-Sacra com origem na Igreja Matriz.
  • Constituído por sete cruzes, este conjunto faz parte da Via-Sacra, da primeira metade do século XVIII, situada a caminho da Igreja Matriz.
  • Situada numa zona abrangente da cidade, na Praça Guilherme Stephens, a Câmara está num edifício que fazia parte do conjunto de edifícios da fábrica-escola dos Irmãos Stephens.
  • É datada do século XVIII, mais concretamente teve o seu início no ano de 1791, erguendo-se no local dos antigos alpendres do mercado.
  • O edifício da Câmara foi construído em 1797, em moldes de uma Pombalina tardia. No final de segunda década do século XX este edifício sofreu adaptações a nível interno.
  • O edifício dos Paços do Concelho é uma edificação entre os anos de 1753 e 1755. Teve a contribuição repartida entre o senado da cidade e o Arcebispo D. José de Bragança, irmão do Rei D. João V.
  • Na pequena Praça do Município está situado o edifício dos Paços do Concelho. De origem do século XVIII, sofreu remodelações durante os anos até atingir o aspeto atual.
  • O edifício dos Paços do Concelho, ou Colégio dos Jesuítas, foi construído no século XVIII e inaugurado em 1739, destinado aos padres jesuitas para ensinarem latim e moral e para ensinarem a ler e...
  • O edifício dos Paços do Concelho, na Praça do Pelourinho (século XIX) ou Praça do Município, é a sede da Câmara Municipal de Lisboa.
  • Tendo atualmente a funcionar a Câmara Municipal de Mêda, este magnífico edifício barroco do século XVIII está situado no centro da cidade.
  • Foi edificada em 1770, depois de Penafiel ascender à categoria de cidade, e está situada na praça do Município.
  • Construído no século XVIII mostra em estilo barroco uma obra mandada edificar por Manuel Avelar, pertencente a uma das famílias mais ricas da ilha. - Câmara Municipal de Velas - Rua de São João,...
  • Este palácio pertenceu a diversas famílias até 1949, quando foi adquirido para ser a sede da Câmara Municipal.
  • A Câmara Municipal do Funchal deslocou-se duas vezes acabando no atual sítio, servindo-se do edifício do Palácio da Família de Albuquerque Carvalhal Esmeraldo.
  • A Capela de Santa Ana, como a colegiada nela instituída, foram fundadas no séc. XVIII pela vontade do Dr. Jerónimo Botelho Correia Guedes do Amaral.
  • Inicialmente esta Capela surgiu com o nome de Nossa Senhora da Conceição, que entretanto não deixa de estar ligado à história da Misericórdia da Murça.
  • Dedicada a São Sebastião, esta capela é uma construção do século XVI. As intervenções realizadas a partir do início do século XVIII mudaram completamente a capela, nada restando atualmente do...
  • A Capela da Nossa Senhora da Conceição, situada no centro da localidade de Mouronho, é uma capela do século XVIII constituída por nave e capela-mor. Destaca-se nesta capela a fachada aberta pela...
  • A capela de Almas da Areosa destaca-se pela forma original como foi construída, uma capela octogonal com a capela-mor retangular anexada.