Século XVIII

O Século XVIII foi o século da revolução industrial, das ideias iluministas e acontecimentos históricos em Portugal como o terramoto de 1755. Muitos monumentos ficaram destruídos naquele fatídico dia 1 de novembro, sendo depois muitos deles reconstruídos ou recuperados, agora segundo os métodos e estilos mais recentes. Sendo o final da Época Moderna e o início da Contemporânea, foram construídos monumentos mais modernos, mais atuais, muito diferentes dos clássicos.

  • Construída possivelmente no ano de 1714, sendo toda ela feito em granito, a fonte é constituída por um baluarte de três faces cada uma com a sua bica.
  • Situada no Largo da Bica, é datado do século XVIII de arquitetura barroca.
  • Este Chafariz, cujo nome se deve à localização no Largo da Esperança, é uma construção barroca e rococó das mais monumentais de Lisboa.
  • Este chafariz da Rua das Taipas surgiu na condição do plano de abastecimento de água à cidade que foi delineado na segunda metade do século XVIII.
  • Este é o único chafariz sobrevivente de três que existiram nos princípios do século XVIII nas Caldas da Raínha. Este chafariz de cinco bicas é uma alusão às Oceânides.
  • Situado à entrada norte da Ribeira de Santarém, este monumental chafariz da segunda metade do séc. XVIII servia os viajantes que aqui passavam com destino ao norte.
  • Este Chafariz está classificado como património protegido. A sua localização original era na Rua do Alegrete, e daí o seu nome.
  • Após a reforma pombalina que se seguiu ao terramoto de 1755, foi iniciada a construção deste chafariz em 1769 para fornecer água à população que residia naquela zona.
  • O chafariz situado no pátio do convento, erigido entre 1790 e 1792, veio colmatar a falta do anterior, que tinha sido deslocado para a cidade de Barcelos.
  • Um chafariz do século XVIII situado junto da Capela do Calvário, foi mandado construir por Francisco Mendes Veiga em 1771.
  • Um chafariz situado em frente do Palácio Pombal que foi construído segundo um projeto de Carlos Mardel em 1762 na atual Rua do Século.
  • Este chafariz, situado na Praça do Município, foi edificado no ano de 1776 estando numa posição um tanto peculiar, numa frontaria de um andar com quatro janelas pequenas pombalinas, únicas do género...
  • Este chafariz foi construído em 1789 para fornecer água à população da vila. É encimado por uma pedra de armas de Portugal e o espaldar é dividido por pilastras.
  • O Chafariz Pombalino de Sobral de Monte Agraço foi mandado construir em 1776 por Joaquim Inácio da Cruz, primeiro morgado de Sobral, para abastecimento de água à vila.
  • Este Chafariz Real foi construído no século XVIII para dar de beber tanto aos animais como aos trabalhadores na construção do Palácio Real.
  • A uma distância de um quilómetro de Boticas, o Convento da Granja, atualmente assim conhecido, nem em toda a sua existência o edifício funcionou como Convento.
  • Situado na aldeia de Telheiro, a poucos quilómetros de Monsaraz, está no coração da planície alentejana. A sua construção começou em 1700, sendo acabado e inaugurado no ano de 1741.
  • Atualmente desigando como Convento das Clarissas, este conjunto eclesiástico teve a sua origem como solar mandado construir no séc. XVIII.
  • Este Convento foi fundado em 1719 por iniciativa de frei Ascenso Vaquero. Com a remodelação em 1753, foi construído um hospício.
  • Esta igreja faz parte de um conjunto que inclui um convento e um cruzeiro, classificados como Imóvel de Interesse Público.