Século XVIII

O Século XVIII foi o século da revolução industrial, das ideias iluministas e acontecimentos históricos em Portugal como o terramoto de 1755. Muitos monumentos ficaram destruídos naquele fatídico dia 1 de novembro, sendo depois muitos deles reconstruídos ou recuperados, agora segundo os métodos e estilos mais recentes. Sendo o final da Época Moderna e o início da Contemporânea, foram construídos monumentos mais modernos, mais atuais, muito diferentes dos clássicos.

  • Do Forte de São Bento, ou do que resta dele, é simplesmente uma pequena Torre de planta circular coberta com um terraço ameado com guarita.
  • Forte com nome muito comum entre os fortes existentes em Portugal Continental e Ilhas, sendo este uma réplica do anterior, com aproveitamento do que restava das antigas muralhas.
  • Também conhecido como Forte de Esposende, foi edificado entre 1699 e 1704 durante o reinado de D. Pedro II, inserindo-se no plano de proteção da costa portuguesa e da entrada do Rio Cávado.
  • Exemplo de arquitetura moderna abaluartada, é constituído por quatro baluartes dispostos nos vértices do polígono interno que forma um retângulo.
  • Situado na praia de Gelfa este, juntamente com mais outros fortes como a da Areosa, Carreço, Vila Praia de Âncora e o de Moledo, formam um conjunto de fortes na linha costeira entre Caminha e Viana...
  • A sua situação num pequeno monte faz que este esteja numa posição dominante sobre a baía do Porto da Cruz.
  • Este fortim foi edificado no séc XVIII, possuindo uma forma arredondada. Os pequenos canhões tinham a sua utilidade para as celebridades da Nossa Senhora da Natividade.
  • Localizada entre as duas lagoas existentes em Arrimal, mais próxima da grande, encontra-se o pequeno templo da Igreja de Santo António, atualmente definida como capela, pois o templo foi substituído...
  • Esta Igreja da Boa Hora faz parte de conjunto conventual fundado em 1758, em estilo barroco. É atualmente a Paroquial de Nossa Senhora da Ajuda.
  • A Igreja da Imaculada Conceição, Matriz de Lomba da Fazenda, foi fundada no século XVIII mas com diversas modificações ao longo dos séculos. Destaca-se a fachada pintada de branco, com pilastras...
  • A Igreja da Lapa está situada no centro histórico da vila, no largo com o mesmo nome do templo e na convergência das ruas centrais.
  • Esta Igreja foi construída após, em 1757, um padre e Cónego da Sé de São Paulo ali ter colocado uma estampa da Nossa Senhora da Lapa e provocando assim grande devoção.
  • Esta igreja teve o seu início numa capela que guardava a imagem desta invocação, recebendo por isso um aumento de peregrinações de crentes.
  • A construção desta igreja foi iniciada em 1760. Foi fundada por D. José I como agradecimento por ser salvo de uma tentativa de assassínio naquele local, em 1758.
  • A Igreja da Misericórdia foi construída no séc. XVIII, sendo no século seguinte reconstruída devido ao seu desabamento.
  • Entre 1742-1792 foram os anos que demorou a construção. Tem a porta principal encimada por escudo Real e um altar-mor em estilo filipino.
  • Esta igreja é datada do século XVIII, mais concretamente do ano de 1749 segundo a inscrição da arquitrave do portal lateral.
  • No ano de 1544 foi fundado a Santa Casa da Misericórdia de Leiria, igreja e hospital. Contudo, só em 1721 é que surgiu a igreja sobre uma outra que terá sido a sinagoga até ao século XV.
  • Em 1518 formou-se a Irmandade da Misericórdia de Mirandela, edificando o seu templo religioso em meados do séc. XVII, na Rua da Ponte.
  • A construção da Igreja da Misericórdia iniciou-se no ano 1719, no reinado de D.João V. Com uma fachada simples, destaca-se o pórtico de mármore do tipo joanino encimado pelas armas da Misericórdia.