Século XVIII

O Século XVIII foi o século da revolução industrial, das ideias iluministas e acontecimentos históricos em Portugal como o terramoto de 1755. Muitos monumentos ficaram destruídos naquele fatídico dia 1 de novembro, sendo depois muitos deles reconstruídos ou recuperados, agora segundo os métodos e estilos mais recentes. Sendo o final da Época Moderna e o início da Contemporânea, foram construídos monumentos mais modernos, mais atuais, muito diferentes dos clássicos.

  • A atual igreja tem como referência a data de 1712, crendo-se que esta data esteja ligada a uma reconstrução do templo.
  • A Igreja de Santo Estêvão, não se sabendo a data da construção, foi reconstruída no início do século XVIII e no século XIX foi remodelada a fachada principal.
  • Igreja Matriz de S. Gião, do séc. XVIII.
  • Situada no centro da vila, é uma construção do final do século XVIII, conforme a data de 1796 visível na fachada principal, edificada onde existiu uma igreja do século XV com a mesma dedicação,...
  • Do séc. XVII, a Igreja Matriz de São Jorge é o ex-libris do concelho de Santana e a maior igreja de estilo barroco da Madeira.
  • Situada na parte alta da vila, a igreja foi edificada no séc. XVIII. Apresenta num plano longitudinal de única nave retangular.
  • A Igreja Matriz, dedicada a São Miguel, é um edifício de meados do século XVIII numa construção barroca, estilo esse que se nota na fachada principal.
  • A Igreja de S. Pedro, Matriz de Gouveia, é uma construção do século XVIII, em estilo barroco em cantaria de granito.
  • Edificada no século XVIII, destaca-se no interior os retábulos em talha dourada e policromada em estilo rococó.
  • A Igreja Matriz de São Roque foi construída em 1714 sobre outra igreja datada de antes de 1480. Os altares foram reparados em 1871. Salienta-se no exterior as duas torres idênticas a ladear a...
  • Datada possivelmente do séc. XVIII, esta Igreja de São Martinho teve em 1808 uma reformulação no corpo da igreja.
  • A Igreja Matriz ou Paroquial de Serpins, dedicada a Nossa Senhora do Socorro, está situada no Cabeço da Igreja, sendo original do século XVIII.
  • Esta igreja foi edificada no séc. XVIII, estando considerada como dos exemplares melhor conservados da arquitectura religiosa barroca.
  • Também denominada como Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres, é uma construção do século XVIII sobre uma pré-existência medieval.
  • Este templo religioso é dedicado a Santa Maria e foi edificado somente no século XVIII sobre um monumento romano
  • Esta igreja é consagrada a Nossa Senhora da Assunção, foi construída no ano de 1772 vindo para substituir uma outra que existia no mesmo local.
  • A Igreja de Nossa Senhora do Amparo teve a sua edificação em 1746, contudo o atual local corresponde a uma terceira situação.
  • A Igreja Matriz de Valmaior é constituída por planta longitudinal em nave e capela-mor, como habitual mais estreita e baixa, tendo adossadas à fachada lateral esquerda a sacristia e a capela lateral.
  • No ponto mais alto da aldeia, a Igreja Matriz é um edifício do séc. XVIII, de 1712, data em que foi referido que a Ermida de São João de Alqueidão tinha o estatuto de Igreja Matriz.
  • Sendo o seu Orago Nossa Senhora da Assunção, está situada intra muralhas. Está referenciada na porta lateral como 1723, que se acredita ter sido a data da edificação.