Igreja e Hospital da Misericórdia

A Santa Casa da Misericórdia em Portugal é uma instituição criada para dar apoio, tratamento e sustento a doentes, inválidos e recém nascidos abandonados. Foi fundada no séc. XVI pela rainha D. Leonor, viúva de D. João II. Com o apoio do Rei D. Manuel I, a Rainha instituiu uma Irmandade de Invocação a Nossa Senhora da Misericórdia. Encontra-se assim edifícios da instituição, sejam igrejas ou hospitais, por muitos centros urbanos por todo o país.

Dada a escassez de rendimentos e para dar continuidade à obra, a Rainha D. Maria I concedeu em 1783 à instituição a exploração de uma lotaria anual, que passou a ser uma das suas principais fontes de rendimento. Na atualidade existem diversas outras lotarias e jogos todos com a mesma finalidade.

  • É um edifício neoclássico do século XIX caracterizado pela fachada principal, que apresenta um esquema rico de jogo alternado de vãos.
  • Situada na Praça da República, ao lado dos Paços do Concelho, este edifício pertencente à Santa Casa da Misericórdia e atualmente alberga um Lar de Idosos.
  • A Capela da Misericórdia, do séc. XVII, mandada construir pelos devotos, está situada no centro da vila. O interior está pintado com cenas bíblicas e da paixão.
  • Esta capela é do período das Misericórdias, em que os templos religiosos surgiram depois dos hospitais, fundados pela Princesa D. Leonor.
  • Inicialmente esta Capela surgiu com o nome de Nossa Senhora da Conceição, que entretanto não deixa de estar ligado à história da Misericórdia da Murça.
  • A Capela da Misericórdia tem uma fachada barroca com dois painéis de azulejos, representando Cristo e a Samaritana, e Cristo curando um doente.
  • A Capela da Misericórdia é um edifício de pequenas proporções, simples de um estilo maneirista.
  • Nos finais do século XVI a vila começava a dar sinais de expansão quando foi fundada a Irmandade da Misericórdia de Louriçal.
  • A capela é uma construção do século XVII. Podemos ver na sacristia sinais de pinturas efetuadas em madeira no século XVII.
  • A Santa Casa da Misericórdia de Ovar foi fundada em 1910. A capela tem grandes dimensões, de linhas retas e pouca decoração exterior.
  • Situada no centro histórico da Lousã, a poucos metros do Palácio de Salazares, ergue-se o templo religioso da Misericórdia desde 1568, segundo a inscrição gravada no portal.
  • Uma capela cuja construção foi iniciada no século XVI mas com modificações e melhoramentos ao longo dos séculos quase até à atualidade.
  • Capela edificada na segunda metade do século XVI, mais concretamente em 1571, onde, de acordo com a denominação e os oragos, deve ter funcionado a extinta Misericórdia da paróquia de Almendra,...
  • Com modificações nos séculos XVII a XIX, a Capela de São Sebastião é também a Igreja da Misericórdia de Anadia.
  • Do antigo Convento de Santo António, ou Convento de Nossa Senhora da Conceição, construção do século XVII, só resta a igreja, atualmente Igreja da Misericórdia.
  • Este Templo é datado de 1660, a mando de um nobre de nome D. Diogo Gonçalves por testamento para um colégio da companhia de Jesus.
  • A história da construção no século XVI do Edifício da Misericórdia continua por fazer, já que nos documentos da Misericórdia de Vila Real não existe qualquer informação.
  • Situado na parte histórica da cidade, o edifício da Câmara Municipal enquadra-se com um conjunto de outros monumentos históricos da cidade, para a qual a sua fachada principal está orientada.
  • Fonte construída no ano 1622, sob a traça do arquiteto da Casa Real. Em 1951 a fonte foi mudada para o atual largo vinte e cinco de Abril.
  • Situado perto da Porta Nova, o Hospital da Misericórdia data do séc. XVI, embora podendo ter existido no local uma antiga Gafaria.