Fontes, Poços e Lavadouros

Fontes, Poços e Lavadouros

Uma fonte, fontanário ou chafariz é uma construção situada habitualmente em espaços públicos e abertos, tais como praças, jardins ou ruas. Tendo água potável, a sua origem esteve basicamente na falta de água potável nas casas particulares. Na atualidade serve o mesmo propósito para quem passa e também como ornamento ou decoração.

  • Este Chafariz é uma obra barroca em mármore, coroada pelas armas de D. João V, sobre a qual se ergue a varanda do antigo palácio, atual Biblioteca Municipal.
  • À entrada de Azenhas do Mar vindo da Praia das Maçãs encontramos uma fonte com a data de inauguração em 1894, da C.M.C. (Câmara Municipal de Cintra, segundo a grafia desse tempo).
  • Este Chafariz está classificado como património protegido. A sua localização original era na Rua do Alegrete, e daí o seu nome.
  • Dada a sua localização inicial junto da Cruz das Almas, também é conhecido por esse nome. Foi depois levado para este local.
  • Chafariz construído no largo da Sé, com uma imagem do Anjo São Miguel, que posteriormente passou para a parte lateral, a atual posição.
  • Chafariz da Feira, assim chamado ao esplendoroso chafariz que se encontra num espaço, que se mantém incólume até hoje, denominado de Campo da Feira.
  • Após a reforma pombalina que se seguiu ao terramoto de 1755, foi iniciada a construção deste chafariz em 1769 para fornecer água à população que residia naquela zona.
  • Situado no Jardim ou Largo do Carmo, o Chafariz Renascentista, do séc. XVI, com três taças, enquadra-se com os Palácios e Convento do Carmo.
  • O chafariz situado no pátio do convento, erigido entre 1790 e 1792, veio colmatar a falta do anterior, que tinha sido deslocado para a cidade de Barcelos.
  • Um chafariz do século XVIII situado junto da Capela do Calvário, foi mandado construir por Francisco Mendes Veiga em 1771.
  • Chafariz do Largo 25 de Abril ou Chafariz da Branca de Neve, um chafariz do início do século XX muito útil quando ainda não existia água canalizada na vila.
  • Um chafariz construído em 1861 pela Câmara Municipal, conforme a data inscrita no espaldar. O primitivo local da construção foi na frontaria do Convento da Ordem Terceira de São Francisco.
  • Foi construído em 1922 neste local o primeiro chafariz para abasteciemnto de água a Almada. Antes deste a distribuição era garantida pelos aguadeiros que a traziam da Fonte da Pipa.
  • Um chafariz situado em frente do Palácio Pombal que foi construído segundo um projeto de Carlos Mardel em 1762 na atual Rua do Século.
  • O Chafariz do Rossio das Hortas, situado numa rotunda na saída norte da vila, é uma construção de 1904. É composto por três bicas num espaldar ladeado por dois tanques retangulares, um de cada lado...
  • O Chafariz do Sapal está localizado na Praça Teófilo Braga. A sua construção foi iniciada no final do século XVII (1697), conforme a inscrição no chafariz.
  • Chafariz do Terreiro, assim denominado pela antiguidade, Chafariz da Praça Municipal conhecido na atualidade. Posicionado mesmo no centro da praça da vila, este chafariz surgiu no ano de 1551 no...
  • Este é o elemento fundamental para a existência do Aqueduto das Águas, tornou-se no ex-libris da cidade e, segundo os entendidos, é o mais monumental chafariz gótico nacional que chegou até agora.
  • Este chafariz, situado na Praça do Município, foi edificado no ano de 1776 estando numa posição um tanto peculiar, numa frontaria de um andar com quatro janelas pequenas pombalinas, únicas do género...
  • Este chafariz situa-se junto da Casa-Museu José Maria da Fonseca e deve o seu nome, segundo a tradição, devido ao pasmo ou admiração mostrado pelas pessoas que o observam.