Situado na calçada com o mesmo nome, teve como data da sua construção 1619 e na altura também teve como designação Fonte do Rio Frio.

Descrição

Chafariz das Virtudes
Chafariz

A Fonte surgiu no programa camarário de abastecimento de água à cidade, racionalizando assim os recursos dispersos no espaço urbano.

As indicações da sua construção são muito escassas, e terá sido concebido por Pantaleão de Seabra e Sousa, fidalgo da Casa Real e Regedor da Cidade.

Trata-se de uma fonte barroca, organizada em três panos sobre uma parede fundeira. O pano central é o mais decorado, delimitado por duas pilastras e entablamento com uma inscrição emoldurada ao centro em mármore, onde se inscreveu a data de edificação do conjunto.

Por cima dois castelos, representando as armas da cidade, ladeiam um nicho, hoje vazio, mas que se pensa ter abrigado a imagem da Nossa Senhora das Virtudes.

A coroar o chafariz um frontão circular, levemente abatido e cortado ao meio, para realçar o escudo com as armas reais, uma composição posterior, neoclássica, e que atenua levemente a rigidez horizontal com que terminava originalmente o chafariz.

Classificação

É um imponente chafariz, o que o torna como Monumento Nacional desde o ano de 1910.

Localização

A fonte está situada no final da Calçada das Virtudes, a meia encosta do Jardim Municipal das Virtudes.

Coordenadas GPS: N 41 08.675' W 008 37.137'  (41.14458, -8.61895)

Temas / Tags

Miragaia, publicado em por