Fontes, Poços e Lavadouros

Fontes, Poços e Lavadouros

Uma fonte, fontanário ou chafariz é uma construção situada habitualmente em espaços públicos e abertos, tais como praças, jardins ou ruas. Tendo água potável, a sua origem esteve basicamente na falta de água potável nas casas particulares. Na atualidade serve o mesmo propósito para quem passa e também como ornamento ou decoração.

  • É no habitual centro da localidade que as fontes como a de Reguengo de Fetal se localizam, e esta com a particularidade de ter como acessório inativo, servindo na atualidade apenas como enfeite, uma...
  • No exterior do muro que envolve a Igreja Matriz está uma fonte com a indicação da data de 1941 no espaldar da mesma.
  • De momento a fonte é o elemento de destaque, todavia esta enquadrava-se num espaço que, desde o século XVI, completava o quadro dos antigos claustros do Mosteiro de Santa Cruz.
  • Uma fonte situada no limite norte de Esgueira e de Aveiro, junto da A25, deve o seu nome a estar situada junto da entrada para uma mina.
  • Fonte construída no ano 1622, sob a traça do arquiteto da Casa Real. Em 1951 a fonte foi mudada para o atual largo vinte e cinco de Abril.
  • A Fonte da Nogueira apresenta-se como única em Vouzela, contudo não é uma uma fonte qualquer e tão pouco mais uma existente, pois esta teve as honras de ser mandada edificar pelo Príncipe D. Luís.
  • Esta fonte foi construída por João Álvares em 1706. Devido ao empedrado pelo melhoramento do espaço, a fonte está agora num nível abaixo do chão.
  • A Fonte da Pipa foi mandada construir pelo rei D. João V em 1736 para abastecer os moradores com água de boa qualidade.
  • Muito dificilmente se encontra uma fonte de aldeia com duas denominações, e esta também é conhecida como Fonte de Água Santa, conforme se pode ler na placa.
  • Situada na praça da Ribeira, é conhecida como a Fonte da Praça da Ribeira ou a Fonte de São João Baptista, sendo este último nome em homenagem ao padroeiro e Santo da cidade.
  • Esta majestosa fonte, mandada edificar por D. Maria a pedido e paga pela população, pertence ao séc. XVIII, de estilo Barroco.
  • Esta bonita fonte situada no percurso entre a Igreja da Misericórdia e o Largo da Lapa, precisamente na Rua Plácido de Abreu, remonta aos sécs. XVIII ou XIX.
  • Situada no perímetro exterior da fortaleza, uma das quatro fontes do século XVIII, é construída em cantaria de granito aparente.
  • Situada no centro da vila, não podia estar em melhor localização pois este é um ponto de passagem de quem visita Penha Garcia.
  • Não há qualquer referência sobre esta fonte, que na sua devida altura teve o seu papel importante para a vila. É uma fonte de três bicas, em que na parte central tem o escudo.
  • Considerado o monumento ex-libris de Castelo de Vide, pela sua particularidade neste tipo de monumento, crê-se que seja do século XVI, do reinado de D.João III.
  • Está situada ao lado da igreja num pequeno espaço ajardinado, fonte trabalhada com duas bicas. Destaque para os pormenores dos três pináculos no cimo e para a forma do tanque.
  • Fonte das 3 bicas Coordenadas GPS: N 39 31.880' W 008 09.586'
  • O Chafariz do Espírito Santo, ou Fonte das Cinco Bicas, está no local onde antes existiu a Igreja do Espírito Santo, e daí o seu nome.
  • Fonte das Amieiras, uma fonte de água potável muito utilizada pelos habitantes da região e mais ainda por quem passa na vizinha ecopista de Mora.