Castelos

Um castelo é uma construção com função de vigilância, defesa e também de residência. Para cumprir a sua função de vigia habitualmente eram construídos em locais elevados, no cimo dos montes, e próximo de locais possíveis para ataque das forças inimigas tal como os rios. Desta forma conseguiam uma vigilância a grande distância tendo tempo suficiente para preparar a defesa e o contra-ataque. Muitos dos castelos também serviram de residência às famílias reais.

A maior parte dos castelos dispunham de uma torre de menagem, num nível mais elevado, que era o posto por excelência de vigilância, entre outras funções.

Em variados casos as cidades e outras povoações começaram o seu desenvolvimento com a construção de casas para os populares dentro do recinto e ao redor do castelo.

  • Na colina do castelo ergue-se este monumental monumento do Paço dos Alcaides, assim igualmente conhecido, em que a sua edificação teve início nos princípios do séc. XIV por D. Dinis.
  • Do castelo pouco resta, conhecendo-se este como ruínas do Castelo de Arrifana. As escavações arqueológicas feitas revelaram que as ruínas do castelo são consideradas como um Ribat. Ribat,...
  • Estando Avô a pertencer a uma zona de rede defensiva a sul do rio Alva da época islâmica na região, as primeiras referências ao castelo desta localidade só aparecem no séc. XII.
  • O Castelo de Barbacena remonta ao séc. XIII, do tempo de D. Afonso III. Posteriormente D. Manuel elevou a povoação a concelho, fazendo reconstruir o Castelo.
  • O Castelo de Beja, edificado sobre um primitivo forte romano do século III e IV, apresenta uma estrutura medieval de planta pentagonal.
  • O Castelo de Belmonte pertence a uma das quatro vilas Históricas de Castelo Branco e das doze de Portugal. Daqui partiu Pedro Álvares Cabral para descobrir o Brasil.
  • Sendo provavelmente construído antes do século XII, neste local haveria outra edificação do tempo dos romanos ou anterior, dada a sua posição estratégica.
  • O Castelo de Bragança está situado no interior da Cidadela. Construído sobre uma primitiva fortificação, foi erguido no reinado de D. Afonso Henriques.
  • O Castelo foi mandado construir em 1310 por D. Dinis e ampliado no séc. XV por D. João II devido à sua importância estratégica.
  •   Este castelo da época medieval, do século XIII, e a sua Vila passaram a pertencer à Coroa Portuguesa como dote de casamento da Rainha Santa com D. Dinis, tendo este outorgado o foral em...
  • Originalmente, onde se situa o castelo foi um castro pré-histórico que viu várias civilizações passarem como os romanos, suevos, visigodos e os muçulmanos.
  • Este castelo é considerado um dos melhores exemplos de fortaleza medieval secundária, erguido na zona mais periférica dos Países da Península Ibérica.
  • A Aldeia de Castelo Mendo é uma das mais antigas de Portugal. Os seus vestígios de presença humana ascendem à época da Idade do Bronze e da Época Romana, estando rodeada de muralhas...
  • De influência gótica, com uma planta longitudinal irregular, o castelo está localizado num outeiro tendo a cidadela em duas portas.
  • O Castelo foi fundado em 955 por iniciativa de São Rosendo. D. Afonso Henriques conquistou este Castelo aos Leonenses em 1140, mandando-o reparar cinco anos mais tarde.
  • A história do castelo começa anteriormente à ocupação romana da Península Ibérica, pensa-se talvez dos tempos dos visigodos, em que ainda era um castro.
  • Castelo, antiga fortaleza medieval. Hoje existe apenas parte de uma das torres que se encontra integrada nos Paços do Concelho, para além de uns pequenos troços de muralha. Vários indícios...
  • Fortificação Islâmica, foi reconstruído nos séc. XIII e XIV, tomando só no séc. XVI a atual forma. Foi testemunho de grandes acontecimentos, como por exemplo tratados de paz.
  • Sendo este castelo construído para defesa da raia alentejana tornou-se depois numa das mais importantes praças-fortes do Alentejo.
  • Considerado como um dos mais importantes Castelos entre o Douro e Minho, teve igualmente a sua importância na formação e consolidação da Nacionalidade.