O Castelo foi mandado construir em 1310 por D. Dinis, que ao mesmo tempo deu a carta foral à povoação.

Castelo de Campo Maior
Castelo de Campo Maior

Ampliado

No final do século XV, e devido à importância estratégica que Campo Maior desempenhava na defesa fronteiriça, D. João II mandou ampliar a fortificação. Ordenou assim a edificação de um novo perímetro de muralhas e albergando assim toda a população, pois esta sofreu um aumento populacional nos 200 anos anteriores.

A obra iria assim prolongar-se até ao reinado de D. Manuel. Mais tarde, por volta de 1645, no reinado de D. João IV, e depois do período da Restauração da Independência, o castelo sofreu uma nova ampliação.

Reconstruído

Em 1732, com uma forte trovoada que atingiu o paiol, o castelo e a maior parte das habitações ficaram destruídos. Assim D. João V ordenou a reconstrução, transformando as antigas ruínas medievais numa fortaleza mais pequena mas mais eficaz na sua operacionalidade.

Hoje, somente restam duas das seis torres da estrutura original, fazendo parte de uma planta trapezoidal. No seu interior foi edificado, no século XVIII, a Capela do Senhor dos Aflitos, de planta retangular de fachada simples, rasgada por um portal de moldura reta com óculo.

Classificação

Está classificado como Monumento Nacional, desde 1911.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 00.666' W 007 04.308'  (39.01110, -7.07180)

Temas / Tags

Campo Maior, publicado em por