O Jardim Botânico da Universidade de Lisboa foi criado para responder à necessidade de um complemento prático do ensino e investigação na área da botânica.

Construção do Jardim

Jardim Botânico da Universidade de Lisboa

O Jardim Botânico da Universidade de Lisboa foi criado para responder à necessidade de um complemento prático do ensino e investigação na área da botânica, na Escola Politécnica de Lisboa.

Em 1873 o Concelho da Escola deu início à construção deste jardim, sob orientação do jardineiro-paisagista alemão Edmond Goeze, que criou a parte superior do jardim.

O botânico francês Jules Daveau que, em 1876, sucedeu a Edmond Goeze, continuou a obra desenvolvendo a parte inferior do jardim e criando um sistema de rega dos riachos e cascatas.

A inauguração do jardim ocorreu em 1878. Contém agora diveras espécies de plantas vindas da Nova Zelândia, Austrália, China, Japão e América do Sul.

Abandono e Recuperação

Estando abandonado, em 2016 apresentava-se bastante degradado com os lagos secos, muitas plantas a morrer e edifícios também degradados.

Foi então fechado em outubro desse ano para obras de recuperação e renovação previstas para seis meses. Reabriu finalmente em 7 de abril de 2018.

Classificação

Em 2010 foi classificado como Monumento Nacional.

Localização

Coordenadas GPS: N 38 43.153' W 009 08.891'  (38.71922, -9.14818)

Referências

Temas / Tags

Santo António, publicado em por