O Palácio das Necessidades, que primeiro foi o Convento de São Filipe de Néri ou Convento de Nossa Senhora das Necessidades, foi iniciado no século XVIII, por voto de D. João V.

História

Palácio das Necessidades

O Palácio foi construído por voto de D. João V a Nossa Senhora das Necessidades, no local onde existia uma ermida, em estilo barroco.

A partir do reinado de D. Maria II este palácio ficou a ser a residência dos reis da Dinastia de Bragança. Ali existiu uma grande coleção de arte reunida por D. Fernando, marido de D. Maria II. Esta coleção foi espalhada por vários locais após o seu falecimento.

O palácio teve diversas modificações e ampliações pelos diversos reis que entretanto ali habitaram.

O último grande acontecimento real que ali aconteceu foi o funeral do Rei D. Carlos e do Príncipe D. Luís Filipe, em 8 de Fevereiro de 1908.

Ficando vazio após o fim da monarquia, foi ali instalado o Ministério dos Negócios Estrangeiros por volta de 1950.

Classificação

O conjunto do palácio, os jardins e o respectivo parque, incluindo a fonte monumental, foram classificados como Imóvel de Interesse Público em 1983.

Localização

Coordenadas GPS: N 38 42.403' W 009 10.277'  (38.70672, -9.17128)

Referências

Temas / Tags

Estrela, publicado em por