Torre Sineira

  • No lugar de Mondim, a Igreja Velha, considerada como uma das sete maravilhas do Concelho de Barcelos, remontando à época suevo-visigótica.
  • Igreja velha de Salto, o ex-libris da vila, apresenta-se toda em pedra granítica. De traça românica, foi sofrendo remodelações ao longo do tempo.
  • Remonta a 951, ano em que foi referenciado no testamento de Ramiro II, dando a conhecer a existência de uma capela do santo anexa à do São Torcato.
  • A construção deste mosteiro apresenta uma planta composta pela igreja de planta circular, a capela-mor de planta retangular e o claustro também de planta circular, dispostos sequencialmente.
  • A Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça nasceu em terras doadas por D. Afonso Henriques pelo cumprimento da promessa feita aquando da tomada de Santarém aos mouros.
  • Sendo um Mosteiro Beneditino, remonta provavelmente ao século VII. Contudo a sua fundação foi feita no período visigótico.
  • As origens do mosteiro remontam aos alvores da Baixa Idade Média, muito embora as informações sejam escassas e contraditórias relativas à sua fundação, no início do século XII.
  • Presume-se que no local onde se encontra o mosteiro terá existido um templo romano dedicado a Júpiter, do século I, e uma Villa.
  • O Mosteiro de Pedroso, mais conhecido por Igreja Matriz de Pedroso, pertencente a Ordem de S. Bento, foi fundado em 867 por doação de Gondezinho.
  • O Mosteiro de Santa Maria de Coz, destinado ao sexo feminino e pertencente à Ordem Cisterciense, foi edificado sob um desejo que incluía uma cláusula do testamento do Rei D. Sancho II para receber...
  • Segundo alguns historiadores a construção deste mosteiro data de 1279, pelo abade do Mosteiro de Alcobaça, D. Fernando, cumprindo assim uma cláusula do testamento do rei D. Sancho II.
  • O Mosteiro de Santa Maria de Júnias surgiu como um antigo eremitério pré-românico, no séc. IX, situado a cerca de um quilómetro da aldeia de Pitões de Júnias.
  • Mais conhecido como Mosteiro de Refóios do Lima, acredita-se que seja uma edificação anterior ao século XII, mas reconstruída no século XVI.
  • O Mosteiro de Santa Maria de Seiça, enquadrado na beleza natural que o rodeia, é um dos exemplos da arquitetura religiosa.
  • O Mosteiro de Bouro pertence a um conjunto conventual perdido no tempo. Não há conhecimento exato da sua origem, recuando contudo aos tempos primórdios da Nacionalidade.
  • É desconhecida a data da fundação, mas pensa-se que é anterior a 1120 pois neste ano já pertencia à diocese do Porto, sendo de pertença dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho.
  • O Mosteiro de Santo André de Rendufe é um dos poucos exemplos de mosteiro que têm a sua origem no tempo do Conde D. Henrique.
  • Atualmente designado como Palácio de São Marcos, este edifício foi edificado no século XV como Mosteiro de São Marcos, pertencente à Ordem e Congregação de São Jerónimo.
  • A edificação é anterior à nacionalidade, tendo sido em 1139 o couto doado ao mosteiro por D. Afonso Henriques.
  • O Mosteiro de São Martinho de Tibães remonta ao período anterior à Nacionalidade ao ser fundado na segunda metade do século XI.