Nossa Senhora de Purificação

Nossa Senhora da Purificação ou Nossa Senhora da Luz, Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Candelária, Nossa Senhora da Apresentação, nomes que designam a mesma imagem, a sua origem é das Ilhas Canárias, Espanha. Esta devoção teve origem na festa de apresentação de Jesus no Templo, quarenta dias após o nascimento.

  • O célebre Convento de Nossa Senhora da Purificação, mais conhecido como Convento Beneditino de Monjas, teve o seu início no séc. XVI, no ano de 1594.
  • Igreja de N.ª S.ª da Purificação (séc. XVI) - onde se encontra o túmulo de Bartolomeu Dias
  • Desconhecendo-se a data exacta da edificação, é atribuída o ano de 1302 na única e a mais antiga referência documental quando foi apresentado à população o Pároco da localidade.
  • Uma pequena igreja com fundação no tempo do manuelino, de que ainda conserva o portal, foi muito restaurada e modificada nos séculos seguintes.
  • Situada no centro da vila, também denominada como Igreja Paroquial de Nossa Senhora de Purificação, teve a sua edificação no século XVI, em 1530, pelas Clarissas de Vila do Conde juntamente com a...
  • Igreja de Nossa Senhora da Purificação de Aveiras de Cima, foi edificada na segunda metade do século XX. Este templo veio substituir o original em consequência de sua completa ruína e degradação,...
  • Mais conhecida por Igreja da Nossa Senhora da Purificação, uma vez que esta é a Padroeira de Larinho, foi construída no século XVIII sobre uma outra em ruínas ou de vestígios dela de época...
  • Dedicada a Nossa Senhora da Purificação, está situada no largo do cemitério na parte alta de Pernes. Foi construída no século XVI, crendo-se corresponder à primeira edificação.
  • Igreja paroquial ou matriz de Podence, dedicada a Nossa Senhora da Purificação, foi construída no final do séc. XVII, em período barroco, mas com sinais tardo-maneiristas.
  • Igualmente conhecida como Nossa Senhora da Purificação, patrona da aldeia, sem referências cronológicas e históricas, talvez datada entre os séculos XVI e XVII.