Estilo Rococó

  • A Igreja do Carmo é uma das muitas que atualmente se resume só ao templo religioso, mas pertenceu no início ao conjunto conventual dos Carmelitas.
  • Esta Igreja do Carmo é considerada notável e constitui uma das mais importantes manifestações estéticas do património religioso e artístico da região algarvia.
  • Igreja do Divino Salvador, mais conhecida como Igreja Matriz de Alvor, foi construída nos finais do século XVI sobre uma Igreja Medieval.
  • Igreja dedicada a São Romão, terá sido construída no séc. XV ou XVI, sob o estilo manuelino. Era uma ermida e, quando Alferce se separou de Silves, passou a Igreja Matriz.
  • A Igreja tem o nome da freguesia, tendo como seu orago São Salvador. Teve o início da sua edificação na última década do séc. XVII, terminando dez anos depois.
  • Um templo religioso que teve a sua origem anterior a 1302, dando como certa a existência desta no dito ano e sendo a antecessora da atual.
  • Dedicada a Nossa Senhora de Assunção, a igreja está situada no largo do Conde Castelo de Paiva.
  • Esta Igreja de Nossa Senhora dos Reis, do século XVII, está considerada como um exemplo de caso raro na região de Trás-os-Montes.
  • Igreja da Nossa Senhora da Purificação, foi construída no século XVIII sobre uma outra em ruínas ou de vestígios dela de época anterior e da qual não há qualquer memória.
  • A igreja original de Louriçal foi edificada no séc. XIII, sendo a estrutura atual do século XVIII.
  • Também conhecida como Igreja de São Bento, é um templo românico do século XVI e foi remodelado no século XVIII.
  • De um tamanho médio, a igreja denominada por Nossa Senhora da Assunção e por Santa Maria tem um exterior muito simples, de arquitetura barroca. É constituída por uma nave e capela-mor, sacristia e...
  • Igreja de São João Baptista, Monumento Nacional, foi reformulada entre os anos de 1717 e 1738. Destaca-se a riqueza retabular e a decoração.
  • Edificada no séc. XVII, em 1657, pelo abade Nuno Álvares, enquadrada numa traça tradicional e rural, de planta retangular e de nave única, está rodeada por um adro murado.
  • Tudo indica que esta parte é a mais antiga da igreja, que poderá remontar a um passado Alto-medieval pela sua planta quadrangular e construída com grandes silhares bem aparelhados.
  • Edificada no século XVIII, destaca-se no interior os retábulos em talha dourada e policromada em estilo rococó.
  • As informações são muitas escassas sobre a data da sua edificação. 1756 é o ano que o lintel do portal nos indica, possivelmente de uma reedificação.
  • Simbolizada na figura de São João Batista, este templo perdeu todos os seu traços de origem depois de sofrer danos irrecuperáveis do terramoto de 1755, tendo trabalhos de reparação em 1633 e 1762.
  • A Igreja de São Julião, de arquitetura maneirista e rococó, é composta por nave e capela-mor mais estreita, tendo adossada a torre sineira ao lado esquerdo.
  • Sendo o seu orago São João Baptista, a edificação remonta ao período do românico, com uma reconstrução do séc. XVIII.