Palácio Burnay e Quinta do Mineiro são as denominações para o palacete neoclássico do século XIX situado a poucos metros do Largo de São Sebastião.

Origem

Palacete da Quinta do Pisani
Palacete da Quinta do Pisani

Nos finais desse século sofreu uma reconstrução do edifício principal, elevando-o em mais um andar.

Durante a primeira metade do século XX o edifício sofreu obras de construção, conservação, manutenção e beneficiação até que, em 1989, o palácio e os terrenos anexos foram adquiridos pelo COCITE (Cooperativas de Técnicas Avançadas de Gestão e Informática, Crl).

Descrição

Apresenta uma planta retangular simples delimitada por cunhais apilastrados, rematada por frisos e cornijas.

É formado por dois pisos, com os rasgos de janelas em molduras de arcos quebradas e sacadas em guarda de ferro. As portas de acesso ao interior são em moldura de arco abatido ladeadas por duas janelas de verga reta.

Para remate, o telhado é em telhas de ardósia, várias mansardas em arco de volta perfeita com molduras simples e rematadas em cornija.

Classificação

O Palacete da Quinta do Pisani está também incluído na classificação do Paço do Lumiar como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 38 46.413' W 009 10.291'  (38.77355, -9.17152)

Temas / Tags

Lumiar, publicado em por