O Palácio do Conde de Farrobo, ou Palácio das Laranjeiras, é uma construção do século XVII, restaurada e embelezada na primeira metade do século XIX.

O Palácio

O Palácio do Conde de Farrobo, ou Palácio das Laranjeiras, é uma construção do século XVII, restaurada e embelezada na primeira metade do século XIX.

Exterior

A fachada é composta por um único corpo em cinco panos. No central abre-se a porta em moldura reta e arco completo. Os panos laterais ao central são compostos por três janelas cada e os dois laterais exteriores são compostos por duas janelas cada. Todas as janelas são em moldura reta. Os panos são separados por pilatras e os exteriores ladeados por pilastras nos cunhais.

No piso superior as aberturas do piso inferior são sobrepostas por janelas de moldura reta com exceção da central que é de arco abatido. Todas estas janelas possuem sacadas de ferro, sendo a central mais larga que as restantes.

As janelas do piso superior são sobrepostas por óculos em forma oval, sendo o central sobreposto ainda por um frontão triangular que interrompe a cornija a toda a largura do edifício.

Interior

No interior destaca-se as pinturas dos tetos a óleo de António Manuel da Fonseca e os trabalhos em estuque de João Paulo da Silva e Felix Salla.

Jardim Zoológico

É nos jardins deste palácio que está instalado o Jardim Zoológico de Lisboa desde 1905.

Classificação

O conjunto do palácio e do jardim está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 38 44.681' W 009 10.121'  (38.74468, -9.16868)

Referências

São Domingos de Benfica, publicado em por

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Recentes