A capela com uma planta hexagonal centralizada, tem na fachada principal o portal em verga reta ladeado por pilastras duplas e encimado por uma cartela com volutas.

Antecedentes

Capela de São Sebastião
Capela de
São Sebastião

Não descobri qualquer dado relativo à sua história e à sua fundação além do único registo sobre o templo em 1708 quando Manuel Dias Ourives instituiu um vínculo de culto a esta capela por disposição testamentária. Contudo não se sabe a data da sua construção.

As capelas com o nome de São Sebastião, protetor das populações da fome, guerra e pestes, eram edificadas à entrada das localidades. Assim serviam precisamente de barreira protetora, e esta capela é um desses casos ligados ao Santo Mártir.

Descrição da Capela

A capela, com uma planta hexagonal centralizada, tem na fachada principal o portal em verga reta ladeado por pilastras duplas. É encimado por uma cartela com volutas decoradas por um conjunto de setas alusivas ao padroeiro São Sebastião. É rematado por um frontão interrompido por um óculo com cruz e ladeado por foragéus.

À direita apresenta uma sineira assente num pano murário.

Destruição e Recuperação

Durante a terceira Invasão Francesa, com as tropas do Massena, a capela veio a sofrer um incêndio em 1810, vindo a ser restaurada em 1850.

Classificação

Este templo religioso está classificado, conjuntamente com a Ponte Real, como Imóvel de Interesse Público.

Localização

A capela está situada à entrada de Góis e por isso posicionada mesmo à frente à Ponte Real, na parte sul.

Coordenadas GPS: N 40 09.288' W 008 06.750'  (40.15480, -8.11250)

Temas / Tags

Góis, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Imóvel de Interesse Público


Chafariz Filipino
Torre de Moncorvo

Dólmen da Leira Longa
Sanfins, Paços de Ferreira

Igreja de São Miguel
Santa Maria Maior, Lisboa

Igreja Matriz de Dornes
Dornes, Ferreira do Zêzere

São Sebastião

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Igreja de S. Simão
Vila Fresca de Azeitão, Setúbal

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Claustro


Coretos


Capela Corpo de Deus
Pinhão, Oliveira de Azeméis

Coreto
Chamusca

Coreto
Arraiolos

Cruzeiros


Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Capela de S. Silvestre e Cruzeiro
Carvalhal da Aroeira, Torres Novas

Estilo Barroco

Estilo Neoclássico


Alminhas da Ponte
São Nicolau, Porto

Antigo Clube Inglês
Miragaia, Porto

Balneário Termal
Caldas da Rainha

Basílica da Estrela
Estrela, Lisboa

Estilo Renascentista


Fortes e fortalezas

Século XIX

Século XV

Século XVII