Situada na parte histórica da cidade de Braga, a Praça do Município, que simboliza um espaço que alberga a instituição máxima da cidade, surgiu com o atual nome na segunda metade do século XVIII aquando da edificação do Domus Municipalis em 1753.

A Praça do Município

Praça do Município
A Fonte do Pelicano

Situada na parte histórica da cidade de Braga, a Praça do Município simboliza um espaço que alberga a instituição máxima da cidade.

Surgiu com o atual nome na segunda metade do século XVIII aquando da edificação do Domus Municipalis em 1753. No lado oposto ao Domus e da praça, esta alberga atualmente a Biblioteca Municipal.

História

Até então teve variadas funções desde a segunda metade do século XVI quando, por ordem do Arcebispo D. Frei Agostinho de Jesus, é aberta esta praça no espaço onde antes existia a quinta e hortas do Paço Episcopal.

Mais tarde e durante várias décadas, a tourada a servir de espetáculo para a cidade acabou por influenciar a segunda mudança de nome para o Campo de Touros. Com o Arcebispo D. José de Bragança a praça viu num dos lados ser edificada uma nova ala do Paço Episcopal, o que veio conferir uma importância de relevo.

Esta importância aumentou quando foi acrescentado no lado oposto o edifício da Câmara Municipal. Razão suficiente para uma nova mudança para o nome que ainda mantém, a Praça do Município.

Séculos XIX e XX

Praça do Município
A Fonte e a
Câmara Municipal

O nome ficou para sempre, mas o espaço continuou a servir e, neste caso, para a reunião de todos os mercados existentes na cidade num só, tornando-se assim num grande mercado ao ar livre e assim se mantendo até 1878 em que foi criado um pavilhão no lado norte. Este projeto teve a ideia do Arcebispo D. Gaspar de Bragança.

Já no início da segunda metade do século XX, pelas mãos do então Presidente da Câmara Viriato Nunes, o centro desta praça foi embelezado pela Fonte do Pelicano e ladeada por árvores, adquirindo o aspeto atual.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 33.072' W 008 25.643'  (41.55120, -8.42738)

Referências

Braga, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Igreja de S. Simão
Vila Fresca de Azeitão, Setúbal

Conventos e Mosteiros

Espigueiros


Espigueiros
Vilarinho de São Luís, Oliveira de Azeméis

Espigueiros
Soajo, Arcos de Valdevez

Espigueiros
Sistelo, Arcos de Valdevez

Espigueiros de Lindoso
Lindoso, Ponte da Barca

Estilo Barroco


Estilo Manuelino

Fontes


Alminhas
Sabuzedo, Montalegre

Casa da Água
Cabo Espichel, Sesimbra

Chafariz D. João V
Alpedrinha, Fundão

Senhor Jesus


Alto do Senhor da Boa Morte
Povos, Vila Franca de Xira

Basílica da Estrela
Estrela, Lisboa

Bom Jesus das Mós
Carvalheira, Terras de Bouro

Capela Corpo de Deus
Pinhão, Oliveira de Azeméis

São Miguel


Capela de São Miguel
Monsanto, Idanha-a-Nova

Capela de São Miguel
Avô, Oliveira do Hospital

Capela de São Miguel
Dornelas do Zêzere, Pampilhosa da Serra

Torre Sineira


A nossa Igreja
Freches, Trancoso

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Antiga Matriz de Alcoentre
Alcoentre, Azambuja

Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão