Capela de São Gonçalo, também conhecida como Capela de São Gonçalinho, como o nome indica é uma homenagem ao beato pela crença dos pescadores na sua proteção, e que assim se tornou padroeiro da cidade.

Descrição

Capela de São Gonçalo

A porta lateral está encimada por azulejos com indicação da vida de São Gonçalo.

A sua planta, como de outras capelas, teve o seu auge depois do ano 1640 em obras que estiveram relacionadas com a Rainha D. Luísa de Gusmão, sendo este estilo da sua preferência.

Crê-se que em 1712 a mesma estaria a ser construída, pois foi o ano em que o arquiteto faleceu, tendo as obras sido prolongadas até 1714, data que foi esculpida no portal principal.

A planta é constituída por dois hexágonos, sendo o maior referente ao templo e o de dimensões mais pequenas à sacristia anexa. O conjunto desenvolve-se em volumes diferenciados, destacando-se a cobertura em lanternim, que respeita a planimetria da nave. Os alçados caraterizam-se por linhas mais simples, com pilastras a marcar os cunhais e o entablamento superior em todo perímetro da capela.

Do conjunto destaca-se o alçado principal em pedra de ançã rematado por um campanário central. O portal é ladeado por pilastras duplas e encimado por entablamento toscano, igualmente duplo. Por cima rasga-se um nicho ladeado por aletas, cuja traça se assemelha à do portal.

Interior

No seu interior as arcarias de ordem toscana servem de suporte aos altares laterais e ao altar-mor apresentando, nos restantes lados hexagonais, janelões de iluminação.

Os retábulos dos referidos altares são de obra modesta, mas de talha dourada da primeira metade do séc. XVIII. A sacristia é revestida de azulejos azuis e brancos, bem como a cúpula que apresenta azulejos polícromos, muitos deles caiados.

Classificação

Deve referir que este templo está classificado como Monumento de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 40 38.595' W 008 39.312'  (40.64325, -8.65520)

Temas / Tags

Aveiro, publicado em por