Este mosteiro é o primeiro da Ordem de Cister em Portugal, de 1144, ano em que foi fundado.

História

Mosteiro de S. João de Tarouca
Mosteiro
Mosteiro de S. João de Tarouca - entrada
Entrada
Mosteiro de S. João de Tarouca - torre
Torre
Mosteiro de S. João de Tarouca - dormitório
Dormitório

O mosteiro foi feito por partes, em épocas diferentes, começando pela igreja, continuando com a torre sineira e parte do dormitório e acabando com uma segunda fase do dormitório.

Começando com a vitória de D. Afonso Henriques sobre os Mouros na batalha de Trancoso, foi lançada a primeira pedra da igreja conventual no ano de 1152. Mais tarde, no século XVI, passou pela construção da torre sineira e parte do dormitório. Passados três séculos, o mosteiro entra na terceira e última fase de obras de ampliação.

Descrição

A planta do mosteiro está em forma de "U".

A igreja apresenta uma planta cruciforme com aspectos do românico e gótico, com portal renascentista. Sofreu progressivas alterações durante o século XVII, nomeadamente a fachada.

A fachada principal tem um pano de fundo dividido por duas pilastras salientes e é rematada por outras iguais, coroadas por pináculos assentes em capitéis. No seu interior é dividida por três naves, sendo a central mais elevada.

Os altares são de talha dourada, contendo retábulos de pintura sobre madeira, da qual avulta o de São Pedro, o da Nossa Senhora da Glória e o do altar de São Miguel, do início do século XVI. Na nave central há ainda um cadeiral de talha dourada, enquanto na sacristia se podem contemplar os azulejos historiados.

Classificação

Está classificado como Monumento Nacional.

Localização

Coordenadas GPS: N 40 59.667' W 007 44.791'  (40.99445, -7.74652)

Temas / Tags

São João de Tarouca, publicado em por