Igreja de S. Gens - fachada
Igreja de S. Gens - norte

Esta igreja terá sido edificada pela filha de D. Sancho I, D. Mafalda, ou pela Beata Mafalda ou ainda pela esposa de D. Afonso Henriques, D. Mafalda.

Igreja de uma só nave e cabeceira retangulares vemos nas paredes diversos símbolos alfabéticos e geométricos, bem como as diversas siglas dos canteiros, pelo menos seis diferentes que ali trabalharam.

Igreja de S. Gens - arquivoltas
Arquivoltas
Igreja de S. Gens - colunas
Bases e capitéis
Igreja de S. Gens - fachada sul
Fachada sul - Pormenor
Igreja de S. Gens - fachada sul
Fachada sul
Igreja de S. Gens - fachada sul
Fachada sul - Cachorros
Igreja de S. Gens - este
Fachada este

Na empena da fachada oeste resta o arco do campanário que conteve o sino. Na fachada sul, tal como na norte, notam-se os cachorros esculpidos sob diversos motivos. Estes, tal como os motivos que adornam os portais e as restas, mostram que a construção da igreja pode ter ocorrido entre meio e final do século XIII.

Foi restaurada entre 1929 e 1950 em que, entre outras modificações, foi reduzida a capela-mor, foi demolido o coro e a torre sineira, sendo reedificado o campanário e foi arranjado o espaço circundante. No início do séc. XXI foram realizados diversos trabalhos de conservação e valorização pela integração na Rota do Românico.

Igreja de S. Gens de Boelhe
Igreja de S. Gens de Boelhe
Foto antiga e de interior inseridas com a devida
autorização da Rota do Românico

Rota do Românico

A Igreja de São Gens de Boelhe faz parte da Rota do Românico, sendo o número 21 do Percurso do Vale do Tâmega.

Classificação

Esta igreja foi classificada como Monumento Nacional em 1927.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 08.094' W 008 14.559'  (41.13490, -8.24265)

Temas / Tags

Boelhe, publicado em por