Pelourinho de Chaves
Pelourinho de Chaves

Devido à sua posição geográfica na condição fronteiriça, e após tantas guerras, a cidade de Chaves empreendeu um novo ciclo de estabilidade começada por D. Dinis, fortalecido por D. Afonso III, atribuindo-lhe autonomia concelhia, e por conseguinte o seu repovoamento, contribuindo assim para que a Cidade recebesse o foral.

Este foral foi confirmado por D. Afonso IV, e mais tarde renovado por D. Manuel I. Esta pacificação possibilitou a realização de uma ampla e consecutiva campanha de obras, construindo edifícios, etc. De entre estas novas construções, consta que o Pelourinho é uma delas, dando à cidade uma maior autonomia judicial.

Foi apeado em 1870 para ser reerguido em 1910, antecedendo nova deslocação e reposição, tal como sucedeu com outros exemplares no resto do País.

Assenta numa plataforma de cinco degraus quadrados reforçada por base de um único degrau com a mesma configuração. O fuste da coluna do Pelourinho ergue-se sobre grande paralelipipédico chanfrado nos ângulos e moldurado inferior e superiormente, inscrevendo-se no estilo Manuelino pelos toros espiralados que o compõem. Pelo capitel, onde coexiste uma pirâmide truncada invertida lavrada nas faces - uma das quais ostentando  brasão, perfazendo tabuleiro quadrado encimado por colunelos torcidos nos cantos e um quinto, ao centro, a suportar a esfera armilar.

Está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Coordenadas GPS: N 41 44.392' W 007 28.242'  (41.73987, -7.47070)

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Os Mais Próximos

Estilo Manuelino


Igreja e Convento da Graça
São Vicente, Lisboa

Capela de Santo António
Monsanto, Idanha-a-Nova

Janela Manuelina
Castelo Rodrigo, Figueira de Castelo Rodrigo

Imóvel de Interesse Público

Pelourinhos

Os Mais Vistos


Igreja Paroquial de São João de Rei
São João de Rei, Póvoa de Lanhoso

Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Igreja de Santa Maria de Moure
Moure, Póvoa de Lanhoso

Ponte Centenária
Arcos de Valdevez

Conventos e Mosteiros

Figuras da Realeza de Portugal


D Manuel I
Almendra, Vila Nova de Foz Côa

D. Dinis
Coimbra

Fortes e fortalezas

Igreja e Hospital da Misericórdia

Marcos Miliários


Marco Miliário
Reigoso, Montalegre

Marco Miliário
Viade de Baixo, Montalegre

Marco Miliário XII
Oliveira de Azeméis

Marco Miliário ou Cruzeiro de S. João do Campo
Campo do Gerês, Terras de Bouro

Miradouros


Achada do Teixeira
São Jorge, Santana

Alto do Senhor da Boa Morte
Povos, Vila Franca de Xira

Arco Triunfal da Rua Augusta
Santa Maria Maior, Lisboa

Nossa Senhora do Pranto


Igreja Matriz de Dornes
Dornes, Ferreira do Zêzere

Património Mundial

São Bento

São Miguel


Capela de São Miguel
Monsanto, Idanha-a-Nova

Capela de São Miguel
Avô, Oliveira do Hospital

Recentes

Comentários