Castro

Um castro refere as ruínas de um povoado da Idade do Cobre, ou Período Calcolítico, ou da Idade do Ferro. As construções eram principalmente circulares com 3 a 5 metros de diâmetro, e na maior parte das vezes situadas no cimo dos montes para assim terem uma vista a toda a volta e controlarem os possíveis ataques inimigos.

  • Supõe-se que a povoação terá sido erguida sobre as ruínas de um castro, de que não é possível obter qualquer vestígio para além da identificação de um morro de dimensões reduzidas, a nordeste.
  • O Castelo de Mós foi erigido sobre um Castro da Idade do Ferro num cabeço na parte norte da povoação. Não há a certeza quanto à data, sabendo-se que é mencionado em 1258.
  • Pertencendo Freixo de Numão a uma região fortemente arqueológica, o Castelo Velho constituiu-se num Sítio Arqueológico que se crê ter sido ocupada entre 3000 a.C. e 1300 a.C.
  • A norte da vila o Castelo Velho, também denominado como Castro de Santa Bárbara, está situado no ponto mais alto da vila, numa das vistas mais maravilhosas sobre a zona.
  • Castro do Pópulo ou Castelo de São Marcos, classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1997.
  • O Castro do Alto das Eiras é um povoado fortificado de grandes dimensões, sendo uma das maiores estações castrejas conhecidas no norte de Portugal.
  • Situado na encosta da serra da Arada, tem uma área de 10 ha, sendo um dos mais importantes e imponentes castrejos da região de Lafões.
  • Um povoado fortificado anterior ao século I com grande desenvolvimnto nos séculos IV e V, hoje quase totamente destruído pela atividade de uma pedreira vizinha e pela construção de casas.
  • A estação arqueológica mais conhecido de Armamar, ainda está atualmente em fase de descobertas e estudo bem como de classificação. Existem sinais de muralhas e da torre de vigia.
  • O Castro de Lanhoso é um dos quatro monumentos situados no Monte Pilar, no sopé do monte. Os vestígios mais antigos nesta zona remontam ao calcolítico, correspondente ao III milénio a.C.
  • Localização Coordenadas GPS: N 41 36.853' W 008 47.098'
  • Temos mais um exemplar de um castro do século II a I a.C., que se insere na tipografia Castreja da Idade do Ferro na Península Ibérica.
  • Castro de Palheiros é uma estação arqueológica monumental ocupada no Período Calcolítico (terceiro milénio antes de Cristo) e na Idade de Ferro, sendo habitada desde o século IV antes de Cristo.
  • Tipo de povoado da idade do Ferro existente nas montanhas da Península Ibérica e um dos muitos povoados fortificados em Portugal.
  • O Castro de Santo Ovídio, que terá sido iniciado na Idade do Ferro e depois ocupado pelos romanos nos séculos I a.C. a I d.C., é o sítio arqueológico mais conhecido do município.
  • Este Castro foi um povoado fortificado da Idade do Ferro. Com poucos panos existentes, este povoado conserva vestígios da Idade de Bronze até à época Medieval.
  • Está situado no mesmo monte da capela com o mesmo nome, com um cabeço pouco florestado, com alguns afloramentos ganíticos, numa altitude de 329 metros.
  • Coordenadas GPS: N 41 16.537' W 008 17.765'
  • No monte com o mesmo nome, o Castro de São Lourenço foi construído durante o período da Idade de Bronze, tendo vestígios de ocupação nos períodos seguintes.