Antas ou Dolmens

Uma anta, ou dolmen, é um grupo de rochas de grande dimensão constituído por uma laje assente sobre três ou mais pedras dispostas na posição vertical, formando uma câmara. Cada uma destas pedras pode pesar algumas toneladas. Formam um monumento tumular coletivo, sendo datados da pré-história, desde o fim do V milénio a.C. até ao I milénio a.C.

  • A localidade de Antas está situada numa zona de monumentos megalíticos, e deve o seu nome de freguesia a estes monumentos.
  • A Anta de Agualva etá totalmente abandonada o que é incompreensível, tanto mais que se trata do único Monumento Nacional de uma das maiores freguesias da Europa.
  • Este monumento pré-histórico tem a sua data compreendida entre os anos 2000 a 1700 a.C., é o maior e o melhor preservado Monumento Megalítico de todos os quantos identificados até então, no Vale de...
  • A Anta da Cerqueira é considerada a mais completa do distrito de Aveiro. Também conhecida como Casa Moura, está inserida numa Necrópole constituída por oito monumentos.
  • Esta anta, datada entre 3000 e 2500 a.C., é composta por uma câmara de nove esteios e um corredor com oito esteios de cada lado, verificando-se ser local de enterramento coletivo. Alguns esteios...
  • Uma Anta que é um sinal da civilização de há 5000 anos, um monumento fúnebre situado no meio de um terreno de searas, faz parte de um conjunto de antas junto da Ribeira de Almadafe, e é constituída...
  • Esta anta é composta por um círculo de oito esteios em posição vertical, que terá sido encimado por uma laje que neste momento não existe.
  • Um sinal do passado pré-histórico, esta anta está situada num local com uma vista privilegiada sobre toda a região.
  • Anta de Pêra do Moço, monumento megalítico situado junto à estrada nacional 221 que liga Guarda a Pinhel.
  • A Anta de Santa Marta poderá ter sido edificada durante o terceiro milénio a.C. É constituído por sete esteios com uma laje superior.
  • Sendo Vila Pouca de Aguiar um concelho com alguns monumentos megalíticos, este exemplar de dólmen na entrada é no mínimo interessante.
  • A Anta do Olival pertence a um conjunto megalítico do Olival da Pêga, e provavelmente é do quarto e terceiro milénio a.C.
  • A Anta do Tapadão é um monumento megalítico de cerca de 3000 a.C. que se destaca pelo grande porte, dos maiores do país. Encontrando-se em muito bom estado de conservação, é composto por sete...
  • Anta ou Orca de Pendilhe ou ainda Casa da Moura, como é localmente conhecida, este monumento megalítico funerário é da época do calcolítico (milénios 3 a 1 a.C.), composto por uma câmara funerária...
  • Esta anta é possivelmente do IV ou III milénio a.C., mas no século XVII foi transformada em capela.
  • A aldeia de Alcobertas tem o seu orgulho no Dólmen, sendo este o ex-libris desta pequena terra, e por isso conhecido como Dólmen de Alcobertas.
  • A Anta é do tempo do neocalcolítico, altura em que nesta zona de Castelo de Vide foram construídos os Monumentos Megalíticos.
  • Dólmen de Monte Serves
  • Este dólmen é um monumento funerário megalítico, datado de 3290 – 3010 a.C., o melhor e mais significativo de toda a Beira Alta, sendo classificado como Monumento Nacional.
  • Também é conhecido como Dolmen do Forno dos Mouros, sendo pré-histórico e provavelmente datado do III milénio a.C., de grande amplitude e dimensões.