Estas capelas, em vários locais do centro da cidade, foram construídas entre 1747 e 1756 e representam os Passos da Paixão de Cristo.

Estas capelas, em vários locais do centro da cidade, foram construídas entre 1747 e 1756 e representam os Passos da Paixão de Cristo.

Descrição

Este interessante conjunto de Passos da Paixão de Cristo no centro histórico de Ovar vem de encontro à carga cenográfica e religiosa do período barroco, permitindo a ideia de conduzir à vida eterna. À semelhança de Jerusalém, Ovar permite-se ter uma Via Sacra urbana, constituído por cinco capelas, mais uma que se inclui no interior da Igreja Matriz e uma outra de dimensões maiores.

Em Ovar a Procissão dos Passos de Cristo sempre foi de tradição, em que inicialmente era simbolizada por figuras de palha e de capelas portáteis até à construção deste no século XVIII (1747/1756). Nesta época as capelas foram edificadas isoladas, até que o crescimento da cidade as foi envolvendo na malha urbana.

Capela do Pretório e Horto

Capela do Passo do Pretório
Capela do Pretório

Está situada no interior da Igreja Matriz, com saliência na parte lateral esquerda, adossada à nave do templo principal. Este primeiro passo traduz a condenação de Jesus à morte e, como tal, foi a primeira capela a ser edificada.

Coordenadas GPS: N 40 51.677' W 008 37.277'

Capela da Queda

Capela do Passo da Queda
Capela da Queda

Esta capela está situada na Rua Alexandre Herculano. Esta simboliza a primeira queda no caminho da crucificação, depois da condenação e carregando a sua própria cruz. A contorná-lo estavam os soldados romanos.

Coordenadas GPS: N 40 51.591' W 008 37.478'

Capela do Encontro

Situada na Rua Alexandre Herculano, este Passo do Encontro é um dos mais significativos e emocionantes, pois é-nos descrito o encontro entre o filho condenado e a Mãe, Nossa Senhora. A partir deste passo, Nossa Senhora, João Batista e Maria Madalena são as figuras bíblicas presente nas restantes estações.

Coordenadas GPS: N 40 51.675' W 008 37.468'

Capela do Cireneu

Capela do Passo do Cireneu
Capela do Cireneu

Cireneu ou Simão de Cirene indica-nos o nome do homem que, a meio do percurso e obrigado pelos soldados, teve que ajudar Jesus a carregar a cruz até à Gólgata, ou seja, o Calvário. Está situada na Rua Cândido dos Reis.

Coordenadas GPS: N 40 51.646' W 008 37.528'

Capela da Verónica

Capela do Passo da Verónica
Capela da Verónica

Uma assistente da passagem de Jesus, a Verónica resolve limpar a face com um pano, no qual Ele gravaria para sempre o rosto avermelhado, dando a entender a influência que o caminho a fazer iria ter na história da humanidade cristã. A capela está situada na Praça da República, precisamente em frente aos Paços do Concelho.

Coordenadas GPS: N 40 51.571' W 008 37.520'

Capela das Filhas de Jerusalém

Na caminhada para a crucificação, ao ver passar Jesus no meio da multidão, surgiram algumas mulheres a chorarem e a baterem no peito, tendo uma afirmação do condenado a dizer para não chorarem por Ele mas sim por elas e pelos seus filhos.

Coordenadas GPS: N 40 51.538' W 008 37.453'

Capela do Calvário

Capela do Passo do Calvário
Capela do Calvário
Capela do Passo do Calvário
Calvário - Lateral

À sabedoria de toda a gente cristã, o Calvário é o último passo ou a cena final da Paixão. Jesus Cristo chega ao derradeiro ponto em que é crucificado entre dois ladrões, sob olhar sofredor de Nossa Senhora e de São João, e da indiferença dos soldados romanos.

Situado no Largo dos Combatentes, numa zona mais elevada de Ovar, esta capela é a de maiores dimensões. Aqui existiu uma capela em devoção a S. Pedro que passou a ser referido no altar esquerdo deste mesmo templo.

Coordenadas GPS: N 40 51.564' W 008 37.199'

Classificação

A Via Sacra da Paixão de Cristo está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Estando as capelas localizadas em vários locais do centro da cidade, estas coordenadas referem-se à primeira segundo a ordem cronológica da Paixão de Cristo, a do Horto.

Coordenadas GPS: N 40 51.677' W 008 37.277'  (40.86128, -8.62128)

Temas / Tags

Ovar, publicado em por