Pelourinho de Vouzela
O pelourinho do século XVIII, ergue-se num soco de três degraus de rebordo boleado onde assenta o conjunto da base, coluna, capitel e remate. A base da coluna é um prisma quadrangular de arestas molduradas com dois ressaltos escalonados.
Pelourinho

Vouzela é das poucas excepções que não foi premiada com o foral, mas teve o privilégio de ser concelho das vastas terras de Lafões desde 1436 até ao século XVII. Contudo, já Vouzela era capital concelhia, Lafões tinha conseguido obter dois forais, com o primeiro a ser-lhe atribuído em 1336 por D. DInis e o segundo por D. Manuel I em 1514.

Entretanto, Vouzela conserva o pelourinho do século XVIII que se ergue sobre um prisma quadrangular de arestas molduradas com dois ressaltos escalonados, sendo o inferior em pirâmide truncada e o superior na posição invertida.

Pelourinho

Sobre este corpo irrompe o troço inferior do fuste. Este troço equivale a um quarto do total do fuste, semelhante ao do prisma da base, que termina num anel moldurado, na qual segue a coluna, mantendo a secção quadrada como as molduras das arestas.

O fuste morre num ábaco ou tabuleiro quadrado, sendo este ornado com uma cercadura de palmetas, envolvendo o bloco de remate que consta de uma pinha encimada por pequena coifa pragueada. Da união entre o tabuleiro e remate, a meio da bordadura de palmetas, em dois lados opostos, partem dois ferros em forma de pluma estilizada, que une as duas hastes lisas, cravando-se na horizontal no corpo da pinha.

Classificação

Desde do ano de 1933, este pelourinho está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Veja outros pontos de interesse
nesta localidade Vouzela
ou neste concelho Vouzela
Outras localidades deste concelho Vouzela

Localização

Coordenadas GPS: N 40 43.406' W 008 06.659'  (40.72343, -8.11098)

Temas / Tags

Vouzela, publicado em por