Com o mesmo orago da vizinha Águas Belas, a Igreja de Nossa Senhora da Graça foi fundada no século XV com referências de existência no ano de 1489.

História

Igreja Matriz de Areias
Igreja Matriz de Areias

Acredita-se que esta foi a data do início do templo, uma vez que a capela-mor foi mandada fazer em 1502 por D. Manuel I e a sacristia foi terminada em 1510. Entretanto, em 1548, a igreja foi reconstruída numa campanha de obras dirigidas por João Castilho, o arquiteto responsável pelas grandes obras da Ordem de Cristo.

Descrição

A igreja apresenta uma disposição longitudinal de planta rectangular.

A fachada apresenta um corpo avançado de três registos, sendo o piso térreo formado em galilé de três arcos de volta perfeita assente em colunas jónicas e coberta por abóbada de nervura. O segundo registo é formado por um nicho com baldaquino e sobre este foi aberta uma janela com iluminação para o coro-alto. No terceiro registo apresenta duas aberturas para as sineiras, finalizando em frontão triangular.

No interior é formada por três naves ligadas por arcos de volta perfeita assentes em colunas jónicas cobertas por tetos de madeira.

A capela-mor está coberta em abóbadas de nervura, em que os espaços entre nervuras estão pintadas de grotesco. Estão decoradas com a Cruz de Cristo e com o escudo de Portugal.

As paredes estão cobertos por painéis de azulejos seiscentistas azuis e amarelos.

Classificação

Desde 1944, a Igreja de Nossa Senhora da Graça está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 44.046' W 008 20.702'  (39.73410, -8.34503)

Temas / Tags

Areias, publicado em por