Cruzeiro de Louriçal
Cruzeiro de Louriçal

Desconhecendo-se totalmente a data do primeiro foral é certo que existiram cartas, sendo uma delas de 1368, em que elaborava as reivindicações dos moradores nesse sentido. Contudo só em 1514 apareceu o foral Manuelino, vindo a perder o estatuto de concelho em 1855 para Pombal, integrando-se neste Concelho.

De fato, com uma imagem de cruzeiro, quem diria que foi um pelourinho! Efectivamente, a agilidade dos portugueses, foi transformar dois em um. Por esta razão o cruzeiro está situado no largo da Igreja Matriz e também perto do Convento de Louriçal.

O cruzeiro eleva-se num soco de três degraus quadrangulares, sendo o térreo embutido no pavimento. A base da coluna é um prisma octogonal com um ressalto inferior assente sobre uma peça quadrangular plana e rematado por toro e plinto octogonais. Da coluna de ordem toscana saem duas molduras circulares com o fuste cilíndrico e liso relativamente curto. O capitel é formado por um astrágalo, gola, esquino e circular, encimado por um tabuleiro plano onde assenta a cruz, latina e lisa, sendo este último um acrescento posterior.

Está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Coordenadas GPS: N 40 00.208' W 008 44.146'  (40.00347, -8.73577)

Temas / Tags

Louriçal, publicado em por