Situada na Ribeira de Santarém, esta igreja está ligada a uma lenda de uma monja nabantina chamada Iria que foi vítima da sua beleza, devido à qual teve dois pretendentes.

Lenda de Origem

Igreja de Santa Iria
Fachada frontal

Nunca tendo sido correspondidos, um dos pretendentes com ciúmes ofereceu-lhe uma tisana embruxada, fazendo que com a monja indicasse sinais de gravidez. Perante tal facto Iria foi expulsa do convento, recolhendo para junto do rio para orar. Aqui foi barbaramente assassinada pelo criado de um deles.

Lançado ao rio, o corpo da mártir foi levado pelas águas até ao Tejo onde foi sepultado em sepulcro celestial nas areias do rio, permanecendo incorruptível através do tempo.

Esta mártir Santa Iria deu o nome à igreja que tem como origens a época medieval. No entanto a igreja sofreu bastantes alterações nas campanhas de obras nos séculos XVI, XVII e XVIII, acabando por tornar o templo num edifício barroco, não deixando porém testemunhos da época gótica.

Descrição

Igreja de Santa Iria
Torre Sineira

De planta retangular, é formada por nave e capela-mor com vários anexos na parte norte do templo, sendo um deles a torre sineira.

A fachada, de carisma barroco, apresenta ao centro um rasgo do pórtico em verga reta sobrepujado de um frontão triangular interrompido por um nicho com a imagem da Santa Iria, rematado também por um frontão triangular, do qual ao centro se ergue uma cruz, ladeado por pináculos. Este nicho está ladeado também por dois pináculos.

Por cima do pórtico estão situadas três janelas semelhantes de moldura reta.

Classificação

Este templo está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 14.195' W 008 40.461'  (39.23658, -8.67435)

Temas / Tags

Ribeira de Santarém, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Rua Histórica
Rua Histórica
Ribeira de Santarém, Santarém
(123 m N)
Igreja de Santa Cruz
Igreja de Santa Cruz
Ribeira de Santarém, Santarém
(195 m W)
Ponte D. Luís I
Ponte D. Luís I
Santarém
(226 m S)

Estilo Barroco

Imóvel de Interesse Público

Torre dos Alcoforados
Torre dos Alcoforados
Lordelo, Paredes
Solar de Visconde de Almendra
Solar de Visconde de Almendra
Almendra, Vila Nova de Foz Côa
Mercado do Bolhão
Mercado do Bolhão
Santo Ildefonso, Porto

Santa Iria

Igreja de Santa Iria
Igreja de Santa Iria
Ribeira de Santarém, Santarém

Torre Sineira

Igreja Matriz de Mata de Lobos
Igreja Matriz de Mata de Lobos
Mata de Lobos, Figueira de Castelo Rodrigo
Igreja Paroquial de Souto de Lafões
Igreja Paroquial de Souto de Lafões
Souto de Lafões, Oliveira de Frades
Igreja Matriz de Antas
Igreja Matriz de Antas
Antas, Penedono

Os Mais Vistos

Lapa de Santa Margarida
Lapa de Santa Margarida
Azeitão, Setúbal
Igreja de S. Simão
Igreja de S. Simão
Azeitão, Setúbal
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Ermida ou capela isolada

Estilo Romântico

Fontes

Alminhas
Alminhas
Sabuzedo, Montalegre
Casa da Água
Casa da Água
Cabo Espichel, Sesimbra
Chafariz D. João V
Chafariz D. João V
Alpedrinha, Fundão

Nossa Senhora da Conceição


Palácios

Pelourinhos

Pelourinho de Castelo Bom
Pelourinho
Castelo Bom, Almeida
Pelourinho de Castelo Mendo
Pelourinho
Castelo Mendo, Almeida

São João Batista

Século XVII

Século XVIII


Vias Romanas

Calçada Romana
Calçada Romana
Sortelha, Sabugal
Calçada Romana
Calçada Romana
Sendim, Tabuaço

Calçada Romana
Figueiredo de Alva, São Pedro do Sul

Calçada romana
Souto Redondo, Arouca
Calçadinha Romana
Calçadinha Romana
São Brás de Alportel