Esta igreja está no local onde, segundo a tradição, existiu uma Ermida de Santa Maria de Alcamim edificada no século XIII.

História da Igreja

A Igreja Matriz de São Cristóvão ou Igreja de São Cristóvão e São Lourenço, está no local onde, segundo a tradição, existiu uma Ermida de Santa Maria de Alcamim edificada no século XIII.

Esta ermida foi destruída por um incêndio no reinado de D. Manuel I e construída uma nova e maior igreja. Esta igreja é restaurada entre 1610 e 1672.

Foi dos poucos edifícios que sobreviveram ao terramoto de 1755, apenas com danos nas torres, mantendo-se a fachada maneirista.

Decoração Interior

Destaca-se no interior as 36 telas da autoria de Bento Coelho da Silveira.

A igreja tem oito altares, o altar-mor e os colaterais de Nossa Senhora dos Prazeres e de São Cristóvão, no corpo da igreja, o Crucificado e o de São Miguel, ladeado por São Sebastião e São Francisco Xavier. No lado da Epístola estão os altares de Nossa Senhora da Esperança, o de Santo António, ladeado por São João Baptista e São Mamede, e o de Nossa Senhora da Conceição, ladeado por Santa Catarina e São Marcos.

Localização

Coordenadas GPS: N 38 42.766' W 009 08.143'  (38.71277, -9.13572)

Referências

Santa Maria Maior, publicado em por

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Recentes