A Igreja de Santa Cruz foi mandada edificar no início do século XVII, um período em que o barroco predominava e em que Braga evidencia a arte como sendo o principal marco da cidade.

Origem

Igreja de Santa Cruz

A Igreja de Santa Cruz, uma construção em estilo maneirista e barroco, foi mandada edificar no início do século XVII, um período em que o barroco predominava e em que Braga evidencia a arte como sendo o principal marco da cidade.

A mando de Jerónimo Portilo, a mesma pessoa que tomou a iniciativa na formação da Confraria de Santa Cruz, a igreja foi edificada em duas fases. A primeira com as esmolas dos Confrades e com a ajuda do Arcebispo de então D. Francisco Furtado de Mendonça, cabendo a fase final ao Mestre Francisco Vaz.

Fachada

A imponente fachada central é ladeada pelas duas torres sineiras, estas edificadas em 1694. O pano central é composto por três rasgos em verga reta, em que o portal central é de maiores dimensões. Estão ladeadas por quatro colunas dóricas e com caneluras, sobrepujadas de um entablamento com três cartelas de inscrições.

Este entablamento é também encimado por quatro pilastras também de ordem jónica. Acima das colunas e ao centro encontra-se um óculo de larga moldura encimado por um escudo heráldico. O frontão triangular é rematado por três esculturas.

Interior

Igreja de Santa Cruz - interior
Igreja de Santa Cruz - interior
Igreja de Santa Cruz - interior

A igreja desenvolve-se longitudinalmente, formada por uma nave e capela-mor.

No interior da nave a cobertura é em abóbada de berço com pedra esquartelada que cobre esta superfície, sendo sustentada por três arcos torais. Nas laterais abrem-se três capelas de cada lado, um coro-alto, os púlpitos e o órgão. A capela-mor é igualmente coberta em abóbada de berço em pedra e caixotões, com um retábulo dourado.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 32.966' W 008 25.444'  (41.54943, -8.42407)

Referências

Temas / Tags

Braga, publicado em por

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar


Os Mais Próximos

Estilo Barroco


Igreja Matriz de Algosinho
Algosinho, Mogadouro

Fonte da Ribeira
São Nicolau, Porto

Estilo Maneirista

Santa Cruz

Século XVII


Quinta dos Azulejos
Lumiar, Lisboa

Igreja de São Bartolomeu de Galegos
São Bartolomeu dos Galegos, Lourinhã

Igreja Matriz de Marmelete
Marmelete, Monchique

Convento de Nossa Senhora do Loreto
Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha

Torre Sineira


Igreja Matriz de Ul
Ul, Oliveira de Azeméis

Convento dos Lóios
Santa Maria da Feira

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Bibliotecas

Câmara Municipal

Fontes


Alminhas
Sabuzedo, Montalegre

Casa da Água
Cabo Espichel, Sesimbra

Chafariz D. João V
Alpedrinha, Fundão

Imóvel de Interesse Público

Monumento Nacional


Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra

Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha

Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel

O Românico na Europa e em Portugal


Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão

Capela das Almas
Viana do Castelo

Capela de Fandinhães
Paços de Gaiolo, Marco de Canaveses

Pelourinhos


Pelourinho
Castelo Bom, Almeida

Pelourinho
Castelo Mendo, Almeida

Pelourinho
Terena, Alandroal

Santo António


Século XVIII