Proveniente do Mosteiro de São Martinho de Manhente, apenas o que resta na atualidade é a Igreja e a Torre, consideradas como uma das maiores obras precoces do Românico Português.

Origem

Igreja e Torre de Manhente
Igreja e Torre

Proveniente do Mosteiro de São Martinho de Manhente, apenas o que resta na atualidade é a Igreja e a Torre.

Considerada como uma das maiores obras precoces do Românico Português, a existência deste conjunto recorre a épocas diferentes com o templo a pertencer precisamente ao românico e a torre a situar-se no gótico. Esta possui elementos românicos provenientes da parte conventual.

Este templo religioso, segundo a inscrição, iniciou-se em 1117, acreditando-se, conforme uma segunda data de 1123, que esteja seja a correspondente à finalização.

Todavia, e perante elementos bastantes sólidos evidenciados no templo e na torre, remonta a um período do início do românico não documentado. Constitui uma das maiores obras do pré-românico no espaço portucalense, correspondendo talvez à segunda metade do século X.

Descrição

Igreja Matriz de Manhente
Frontal e sul
Igreja Matriz de Manhente
Fachada frontal
Igreja Matriz de Manhente
Lado norte

O templo apresenta uma planimetria retangular constituída por uma nave retangular e uma capela-mor mais baixa que o corpo.

À direita do templo, no lado sul, ergue-se uma torre também quadrangular de dois andares, possivelmente edificada no século XIV. A torre está ligada à parte conventual para uma melhor defesa desta e para assinalar o poder fundiário do Mosteiro de Manhente na Baixa Idade Média.

Torre de Manhente
Torre
Torre de Manhente
Torre
Torre de Manhente
Torre
Entrada

A fachada principal da igreja é em empena, com a sineira posicionada à esquerda. É rasgada pelo portal românico de quatro arquivoltas decoradas com temas caraterísticos românicos e encimada por uma janela retangular.

Igreja Matriz de Manhente
Arquivoltas e Friso
Igreja Matriz de Manhente
Arquivoltas
Igreja Matriz de Manhente
Arquivoltas e Friso
e Friso

Classificação

O atual conjunto está classificado, desde 1915, como Monumento Nacional.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 32.645' W 008 34.417'  (41.54408, -8.57362)

Referências

Temas / Tags

Manhente, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Mosteiro de Vilar de Frades
Mosteiro de Vilar de Frades
Areias de Vilar, Barcelos
(1 km E)
Chafariz do Convento
Chafariz do Convento
Areias de Vilar, Barcelos
(1 km E)
Monumento Castrejo
Monumento Castrejo
Galegos (Santa Maria), Barcelos
(3 km N)

Conventos e Mosteiros

Estilo Gótico

Monumento Nacional

O Românico na Europa e em Portugal

Mosteiro de Santa Maria de Júnias
Mosteiro de Santa Maria de Júnias
Pitões das Júnias, Montalegre
Igreja Matriz de Jazente
Igreja Matriz de Jazente
Jazente, Amarante
Ponte de Espindo
Ponte de Espindo
Meinedo, Lousada

São Martinho

Igreja Matriz de Ruivães
Igreja Matriz de Ruivães
Ruivães, Vieira do Minho
Igreja Matriz de São Martinho de Peso
Igreja Matriz de São Martinho de Peso
São Martinho do Peso, Mogadouro
Igreja Matriz de São Martinho de Candoso
Igreja Matriz de São Martinho de Candoso
Candoso (S. Martinho), Guimarães
Igreja de São Martinho
Igreja de São Martinho
Caramos, Felgueiras

Século XII

Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro
Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro
Pombeiro de Ribavizela, Felgueiras
Capela de Santo Abdão
Capela de Santo Abdão
Correlhã, Ponte de Lima
Igreja Paroquial de Serrazes
Igreja Paroquial de Serrazes
Serrazes, São Pedro do Sul

Século XIV

Torre Sineira

Torre de Menagem ou de Vigia

Torre de Vilharigues
Torre de Vilharigues
Paços de Vilharigues, Vouzela
Castelo de Alcanede
Castelo de Alcanede
Alcanede, Santarém
Castelo de Lindoso
Castelo de Lindoso
Lindoso, Ponte da Barca

Os Mais Vistos

Lapa de Santa Margarida
Lapa de Santa Margarida
Azeitão, Setúbal
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho
Igreja de S. Simão
Igreja de S. Simão
Azeitão, Setúbal
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Estilo Manuelino

Igreja Matriz

Igreja Matriz de Arrifana
A Igreja Matriz, a Albergaria
Arrifana, Vila Nova de Poiares
Antiga Igreja Matriz
Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar
Capela da Senhora da Soledade
Capela da Senhora da Soledade
Olhão da Restauração, Olhão
Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Imóvel de Interesse Público

Portas da Cidade ou do Castelo


Povoados Pré-romanos

Castro de Lanhoso
Castro de Lanhoso
Póvoa de Lanhoso
Citânia de Briteiros
Citânia de Briteiros
Briteiros (São Salvador), Guimarães
Citânia de Sanfins
Citânia de Sanfins
Sanfins, Paços de Ferreira
Citânia de Santa Luzia
Citânia de Santa Luzia
Areosa, Viana do Castelo

Rios

A ponte sobre o Tejo
A ponte sobre o Tejo
Vila Velha de Ródão
Barca D´Alva
Barca D´Alva
Escalhão, Figueira de Castelo Rodrigo
Cais fluvial da senhora da Ribeira
Cais fluvial da Senhora da Ribeira
Seixo de Ansiães, Carrazeda de Ansiães
Capela de Santa Teresinha
Capela de Santa Teresinha
Pomarão, Mértola

Século XI

Século XVI

Século XVIII