São José

  • A sua construção teve início em 1795 e terminou 1878, sendo este tempo de 83 anos devido à falta de recursos da Irmandade e à turbulência política e social que marcaram o séc. XIX.
  • Não é vulgar para uma capela ter o nome de São José, mas este nome resulta na grande devoção do seu fundador, sendo assim chamada de Capela de São José.
  • Uma pequena capela dedicada a São José, a fachada é composta pela porta com uma pequena janela a ladear e uma pequena sineira a sobrepor.
  • A Capela de São José, construída entre 1940 e 1942, foi igreja paroquial de Fazendas de Almeirim até 1975.
  • A Capela de São José, no bairro de Assilhó, contém esculturas do século XVI e do século XVIII.
  • Começou com uma ordem de mendicantes, com as religiosas Carmelitas. Passou pela época da extinção das ordens religiosas, depois recolheu crianças pobres.
  • Esta Fortaleza surgiu nas mesmas condições que a de Nossa Senhora da Conceição e foi edificada no Ilhéu mais pequeno.
  • Forte de Meia Praia, ou Forte de São Roque de Lagos, ou ainda de São José, uma vez que este é o seu verdadeiro patrono, é uma construção da segunda metade do século XVII.
  • Situado na parte alta da vila, este edifício construído em meados do século XVII, no reinado de D. José I, serviu para a defesa aos ataques dos corsários e piratas.
  • O edifício foi criado para receber o Colégio Jesuíta em 1579, com o apoio financeiro do Cardeal D. Henrique, tendo sido inaugurado catorze anos depois.
  • Integrada no Bairro da Boavista, foi planeada em conjunto com o bairro no respetivo projeto habitacional.
  • Também conhecida como Igreja do Hospital do Espírito Santo, tem origem no século XV e pertencia ao antigo hospital Real do Espírito Santo.
  • Igreja Matriz de Avelal, dedicada a São José, construída em 1960 e restaurada em 1993.
  • A construção desta igreja iniciou em 1740 para substituir uma ermida, dedicada a Nossa Senhora da Piedade, que se encontrava bastante danificada.
  • Uma igreja moderna inserida no centro da povoação, dedicada a São José Operário.