Santa Eufémia

Santa Eufémia foi uma mártir e santa que viveu na Calcedónia, Istambul, entre cerca de 288 e cerca de 307. Pela Igreja Ortodoxa era chamada de "Bem aventurada". Era filha do senador Filofronos e de sua esposa, Teodósia.

Refugiou-se com outros cristãos, rezando para o Deus Cristão, contrariando assim as ordens do governador Diocleciano de se dedicarem aos sacrifícios pelo deus romano Ares. Foram descobertos e torturados, tendo Eufémia morrido, segundo a tradição, por um ataque de um urso numa arena, por ordem do imperador.