Estilo Romântico

O Estilo Romântico ou romantismo surgiu no final do séc. XVIII caraterizando-se como uma visão contrária ao racionalismo e ao iluminismo. Representa um movimento centrada no indivíduo retratando o drama humano, a subjetividade, o trágico, a utopia.

  • Do séc. XIX, é de arquitectura romântica. Inicialmente teve como nome a Porta de Tempre, em referência ao combate da Ordem do Templo contra os Mouros.
  • Construção do início do século XII, mandado pelo Conde D. Henrique, de estilo romântico de construção arquitetónica simples e de pequenas dimensões. Esta capela tem grande simbolismo pois está...
  • Aqui era o Palácio da Cerca, o maior da arquitetura civil dos séculos XVII e XVIII de Almada, com influência barroca e romântica.
  • A construção do edifício deu-se no ano de 1849, prolongando-se até 1865, por iniciativa de António da Costa Lamego.
  • Um pequeno jardim triangular, atravessado a meio pela rua que liga o bairro de Santos à Avenida 24 de Julho, com um traçado ao estilo romântico oitocentista.
  • O Jardim do Príncipe Real, ou Jardim França Borges, foi construído em meados do século XIX em estilo romântico.
  • Orientado para o Largo Júlio de Castilho, este palacete foi edificado sobre o antigo Paço de D. Afonso Sanches após o terramoto de 1755.
  • Construído em 1883, apresenta duas grandes facetas, o revivalismo e o romântico. O capitel apresenta elementos do neo-manuelino.
  • Santuário Acesso Fachada frontal Fachada posterior Um grande monumento num monte alto, assim dá vistas o elemento mais carismático de Viana do Castelo, fazendo do Santuário de Santa Luzia o...
  • Situado no centro da vila, é o ex-libris desta localidade. Edificado no séc. XIX, foi o ano de 1871 o início das obras e que se mantiveram até agora.
  • Pelourinho Sé do Porto A construção da Sé teve o seu início na primeira metade do século XII e terminou no início do século XIII. De estilo romântico, sofreu várias alterações ao longo dos...
  • Torre sineira da época romântica, que se eleva em frente do portão da Igreja de Urrô, do séc. XVII, de uma tipologia elementar e de construção elementar, única no concelho.