Domus Municipalis Romano
Exterior
Domus Municipalis Romano - Interior
Interior

Sendo o ex-libris da cidade de Bragança, é também o Monumento mais emblemático, único e insólito existente em Portugal da era românica, conferindo uma caraterística sem paralelo sobre a arquitectura medieval no País. Caraterística esta que viria a dividir opiniões sobre a sua funcionalidade, chegando também a dividir opiniões sobre a sua época.

Função

Segundo alguns autores, e baseando-se na sua funcionalidade de Paços de Concelho, teria funcionado como tal entre os inícios dos século XVI e XIX, com o seu salão amplo. Esta teoria viria a ser contrariada devido à presença de uma cisterna no centro da sala impondo assim, a outros autores, que o seu propósito fosse militar.

Uma opinião dizia que a sua função era militar, pois a presença do elemento cisterna corresponde aos mais comuns burgos Medievais e não obstante a alguns Castelos. Outra dizia ser uma sala de reuniões de Conselho. É algo de novo que surgiu entre nós e, exceptuando Chaves, que não chegou aos nossos tempos, revelando um salão amplo, com janelas em toda a volta do recinto, deixando passar uma luminosidade nunca vista. Surgiu a dupla funcionalidade a que este monumento foi sujeito e, pelas razões acima descritas, feitas e confirmadas pelas opiniões mais recentes.

Classificação

Este raríssimo Monumento, que ainda hoje nos deixa a pensar, está considerado como Monumento Nacional desde 1910.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 48.214' W 006 44.944'  (41.80357, -6.74907)

Temas / Tags

Bragança, publicado em por