A Sé começou a ser edificada no séc. XII, sob o signo do românico. Poucos são os elementos que sobrevivem daquela época.

A Sé começou a ser edificada no século XII, sob o signo do românico, ainda no reinado de D. Afonso Henriques. Poucos são os elementos que sobrevivem daquela época, tais como um capitel vegetalista e a porta sul, que dá acesso aos claustros.

Origem

Sé Catedral
Sé Catedral

Depois de uma grande polémica sobre a edificação da Sé, crê-se que tenha existido um templo primitivo da época suevo-visigótica.

Depois de uma alargada escavação, surgem novos elementos que remontam ao tempo da reconquista, dois edifícios episcopais que terão existido durante o tempo em que Viseu foi capital do vasto território Mondego-Douro.

Construção

A Sé começou a ser edificada no século XII, sob o signo do românico, ainda no reinado de D. Afonso Henriques. Poucos são os elementos que sobrevivem daquela época, tais como um capitel vegetalista e a porta sul, que dá acesso aos claustros.

Começou dois séculos depois o desaparecimento do românico do edifício, quando a cidade atingiu o período áureo, em que a Sé sofreu profundamente com a renovação.

O gótico espelhado na Sé é pouco relevante, crendo-se que uma planta de três naves e três tramos associa-se mais à arquitectura beneditina, e pela monumentalidade da altura da catedral da robustez das paredes-muralhas, aproxima-se do românico.

Mas as grandes e finais renovações, quer a nível interno como externo, aconteceram no período manuelino, em que o bispo de então, D. Diogo de Ortiz e Vilhena, terminou as obras da Sé, decorria o ano de 1516. Após este término foram surgindo algumas e pequenas obras, em séculos diferentes, eliminando os estilos anteriores.

Cruzeiro

No adro da Sé está um Cruzeiro datado do século XVIII.

Classificação

Com estas todas evoluções que a Sé sofreu, tornou-se em 1910 como Monumento Nacional.

Localização

Coordenadas GPS: N 40 39.593' W 007 54.671'  (40.65988, -7.91118)

Temas / Tags

Viseu, publicado em por