A Igreja de Almoster é o único elemento que resta, compartilhando com algumas ruínas do claustro, que atualmente resistem do que foi o Convento Gótico de Santa Maria de Almoster.

História

Igreja do Convento de Santa Maria
Igreja do Convento
Igreja do Convento de Santa Maria
Junta de Freguesia
Igreja do Convento de Santa Maria
Fachada oeste

Este conjunto conventual foi edificado no final do século XIII e início do XIV por D. Berengueira Aires, dama da Corte da Rainha D. Isabel, no desejo testamental de sua mãe, com a autorização do Papa Nicolau IV, em 1289.

Igreja do Convento de Santa Maria
Sineira

O apoio da Rainha foi importante ao ponto de mandar edificar os claustros e a enfermaria, dando a continuidade e proteção ao convento, deixando em testamento em cerca de mil libras. Assim foi conseguida a conclusão das casas conventuais em 1300, vindo a receber várias religiosas da Ordem de Cister e, com estas, a fundadora do cenóbio e mais tarde D. Violante Gomes, mãe do Prior do Crato, D. António.

Este conjunto conventual distribui-se em torno do claustro, somente restando a igreja com as ruínas dos dormitórios, o antigo refeitório e a sala do capítulo.

Contudo o conjunto foi alvo de constantes obras ao longo dos séculos, que alteraram a austeridade do edifício original, como os painéis de azulejaria, os revestimentos dos retábulos e nichos com talha dourada barroca e inclusivamente a igreja, nos ornatos de alvenaria e nos arranjos dos absides.

Descrição

Igreja do Convento de Santa Maria
Porta sul
Igreja do Convento de Santa Maria
Pormenor da porta

A igreja segue a tipologia do gótico mendicante de Santarém, constituída por três naves de cinco tramos de arcos ogivais separadas por pilastras, decoradas nos capitéis com elementos vegetalistas. O espaço interno encontra-se dividido pela construção de um coro baixo maneirista que separa as religiosas dos leigos.

Com a extinção das Ordens Religiosas o convento entra progressivamente ao abandono, sofrendo algumas obras de recuperação e restauro entre os anos cinquenta e oitenta do século XX, sob os critérios da época.

Entre 2001 e 2003 o IPPAR debruça-se sobre a recuperação dos conjuntos monásticos, incluindo o Convento de Santa Maria de Almoster, numa vasta recuperação de restauro do seu património.

Classificação

Entrou para a lista dos Monumentos Nacionais em 1920.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 14.388' W 008 47.607'  (39.23980, -8.79345)

Temas / Tags

Almoster, publicado em por