Pelourinho de Pias

A localidade de Pias foi doada aos Templários por D. Afonso Henriques no ano de 1146, crendo-se que estes primeiros Senhores terão dado o foral. Todavia o primeiro documento sobre este assunto que se conhece foi outorgado só em 1534 por D. João III, levando Pias a vila e consequentemente sede de concelho. Como testemunho da sua antiga autonomia, mantém o Pelourinho.

Situado num pequeno largo, quase em frente à Igreja Matriz e face à estrada que atravessa a população, o pelourinho ergue-se num soco de três degraus quadrados. A coluna assenta num plinto quadrangular encimado por escócia circular, elevando-se em fuste cilíndrico e liso. O capitel é apenas simbólico, constituído por um anel próximo do topo a partir da qual o fuste volta a alargar. Esta parte de troço está ornamentado com caneluras, contudo o desgaste do calcário não permite identificar com clareza o desenho em que foi trabalhado. A coluna finalmente é rematada por um ábaco ou tabuleiro em tronco de pirâmide quadrangular com bordos côncavos. No centro de cada aresta estaria uma minúscula cabeça antropomórfica, estando algumas mutiladas.

Está classificada como Imóvel de Interesse Público, desde o ano de 1933

Coordenadas GPS: N 39 42.976' W 008 19.903'  (39.71627, -8.33172)

Temas / Tags

Pias, publicado em por