Capela de São Paio

No extremo do Canidelo com São Pedro da Afurada, a capela de São Paio, pertencente à Irmandade Oblata desde 1936, assim como o Palacete de São Paio, levam a crer de que em tempos passados até ao referido ano os dois imóveis poderão ter pertencido a uma família. Uma família abastada que, como tantas outras, se fixou em Santa Marinha.

História

A capela é um templo com a edificação no século XVII, tendo como arquiteto Gaspar Braga e dedicada a São Paio conhecido como o Mártir. Foi levada a cabo uma restauração do templo nos anos setenta do século passado, dirigido por uma das Irmãs e por alguns leigos, com ajuda do povo e da autarquia.

Capela de São Paio
Capela de São Paio
Capela de São Paio

Também no século XVIII sofreu uma campanha de obras e, no século passado, todo o espaço que a rodeia teve melhoramentos, que lhe permite vistas com o Douro a passar ali ao pé.

A capela têm como Orago o São Paio, mas neste caso não se liga a uma lenda mas a uma história de martirização que começa aos dez anos. Toda a história começou no século X quando Hermígio, Bispo de Tuy, foi preso pelo exército mouro do Rei Abdrraman III aquando da expansão da Andaluzia e Castela.

D. Hermígio esteve um ano e meio prisioneiro, tendo como resgate uma boa quantia em dinheiro e a troca por um sobrinho chamado Pelágio, cujo nome deriva em Paio. Este ainda criança, cuja beleza interior se refletia no exterior, esteve três anos preso, tempo suficiente para Deus o fortalecer na fé, dando-lhe coragem para aceitar o martírio que o esperava.

Falaram ao rei da beleza de Pelágio, tendo este sido apresentado ao rei para matar a curiosidade. A proposta do rei foi para Pelágio renunciar à fé cristã, na promessa de riquezas e honras. A resposta ao rei mouro foi que, uma vez cristão, cristão para toda a vida, e que as promessas feitas pelo rei haveriam ter um fim, à glória vinda de Deus.

Não gostando da resposta, mandou martirizá-lo lentamente até que renunciasse, ao ponto de Pelágio ficar despedaçado por tenazes, tendo o seu martírio sido consumado no ano de 925.

Descrição

Capela de São Paio

De planta retangular, é formada por dois volumes igualmente retangulares da nave e capela-mor mais pequena e estreita.

A fachada, orientada a leste, é delimitada por pilastras nos cunhais, que rematam por pináculos. O rasgo do portal é em verga reta e rematado por um frontão triangular, tendo ao centro uma cruz latina.

O frontão possui uma janela redonda.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 08.417' W 008 39.042'  (41.14028, -8.65070)
Canidelo, publicado em por