Igreja Matriz de Azambuja
Fachada frontal
Igreja Matriz de Azambuja
Fachada lateral

Com o nome do seu orago de Nossa Senhora da Assunção, teve a sua edificação primitiva no século XIII e uma reconstrução no século XVI após ter sofrido danos consideráveis com o terramoto de 1531. A sua reconstrução seguiu as linhas de tipologias maneiristas, pela sobriedade construtiva e decorativa.

Desenvolve-se longitudinalmente, formada por três naves e capela-mor. A fachada de frontão contracurvado tem no portal principal o rasgo em verga reta sobrepujado do frontão triangular encimado por três pináculos. Por cima da porta principal, três rasgos de duas janelas retangulares e ao centro um óculo, no tímpano.

Este conjunto está ladeada por duas janelas quadradas, iluminando as naves laterais. À direita e adossada a esta está a torre sineira. A porta lateral, orientada a sul, também em verga reta, é encimada por uma arquitrave em arco e ladeada por quatro colunas, onde assenta um frontão triangular encimado por três pináculos.

Este templo entrou para a lista dos Imóveis de Interesse Público em 1971.

Coordenadas GPS: N 39 04.156' W 008 52.132'  (39.06927, -8.86887)

Temas / Tags

Azambuja, publicado em por