Foi com D. João V que o aqueduto do Louriçal, uma obra setecentista, foi mandada edificar para reforçar o abastecimento de água ao Mosteiro do Santíssimo Sacramento.

Aqueduto do Louriçal
Aqueduto do Louriçal
Aqueduto do Louriçal

Teve igualmente a função de servir o chafariz público localizada na Rua do Castelo, outrora pertença do mosteiro, situando-se no quintal das hospedarias do mesmo. Esta água provinha das nascentes de Pomar, próximo da localidade.

O cargo desta importante obra foi atribuído ao Padre Manuel Pereira, especialista em estudos e levantamentos de arquitetura, a quem o Monarca confiava as suas obras Reais.

Descrição

O aqueduto apresenta uma extensão de aproximadamente trezentos e cinquenta metros entre o local de origem e o convento.

É composto por trinta e cinco arcos de volta perfeita formados por aduelas de tijolo, sendo suportados por pegões de planta quadrangular. O troço final do aqueduto, pertencente à zona urbana da vila, está restaurado a nível de reboco e pintura.

Classificação

Os três elementos que constituem o trajeto da água como a mina, o aqueduto e o fontanário, que outrora integrava o pátio exterior do Convento, estão reconhecidos como Monumento Nacional

Localização

Coordenadas GPS: N 40 00.234' W 008 44.223'  (40.00390, -8.73705)

Temas / Tags

Louriçal, publicado em por