Igreja Matriz de Amoreira
Igreja Matriz de Amoreira

Também denominada com um nome fora do habitual, é dedicada a Nossa Senhora de Aboboriz. Possivelmente este nome deve-se à lenda de que este templo religioso foi edificado em consequência da descoberta de uma Nossa Senhora no tronco carcomido de um loureiro.

À entrada da povoação, junto da estrada nacional, este edifício remonta ao início da monarquia e por isso de construção arcaica. Sofrendo nos séculos posteriores grandes alterações, transformou-se num belo exemplo de arquitetura religiosa maneirista. Como muitos outros templos este sofreu danos consideráveis no terramoto de 1755, tendo sido reconstruído no século passado.

Descrição

Edifício de planta longitudinal, é formada por nave única e capela-mor. Possui duas galilés alpendradas, uma na fachada e outra na lateral, e torre sineira à esquerda do templo.

A fachada, com orientação a oeste, apresenta-se abaixo do nível térreo, com acesso por uma escadaria.

A porta é rasgada em verga reta, encimada por um nicho com a imagem de Nossa Senhora do Rosário. Apresenta um óculo cuja altura se eleva à galilé que tem oito vãos delimitados por colunas assentes num parapeito corrido e aberto ao centro por uma escadaria.

A parte lateral, orientada a norte, apresenta vãos de sete colunas assentes num parapeito corrido e aberto ao centro.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 20.620' W 009 11.790'  (39.34367, -9.19650)

Temas / Tags