É uma ponte de granito com sessenta metros de comprimentos, assente em trinta e quatro pilares baixos, com três metros e meio de largura.

Origem

Ponte Romana das Taipas
Ponte Romana das Taipas

Simplesmente Ponte das Taipas ou Ponte do Rio Ave, são os nomes que também designam esta ponte. Entretanto não deixa de ser motivo de conflito, pois existem opiniões divergentes quanto à sua origem.

Para alguns, a ponte pertence ao período romano, fazendo parte das vias de comunicação entre Braga e Guimarães e também devido à sua proximidade de umas termas edificadas pelo Imperador Trajano.

Para outros, a estrutura da ponte teria sido construída na era moderna, substituindo uma mais antiga, provavelmente romana, ou mesmo uma reedificação da época medieval.

Toda esta polémica é devido à sua tipologia de vãos baixos, sendo muito invulgar para uma ponte, mesmo submersíveis como é o caso desta, e que se enquadra perfeitamente numa zona de margens baixas e campos latados.

Descrição

Foi edificada em granito, com sessenta metros de comprimentos, assente em trinta e quatro pilares baixos e protegida por trinta e cinco vãos retangulares de guardas. O tabuleiro tem de largura três metros e meio.

Classificação

Está classificada como Monumento Nacional desde o ano de 1926.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 28.933' W 008 20.705'  (41.48222, -8.34508)

Temas / Tags

Caldas das Taipas, publicado em por