Pelourinho
Pelourinho

A comprovar a antiguidade da então chamada Esposendi nas inquirições de 1258, esta povoação só viria a subir de estatuto à categoria de vila, e consequentemente sede de concelho, em 1572 por Carta Régia de D. Sebastião. Perante tal atributo foi construído o edifício dos Paços do Concelho e o Pelourinho.

Este Pelourinho teve as suas atribulações com o seu desmantelamento em 1867, e só foi recuperado e restaurado no início do século XX com alguns elementos originais que sobreviveram até essa data,

Descrição

Situado num pequeno largo denominado de Largo do Pelourinho, ou Largo Marquês de Pombal, este ergue-se sobre uma plataforma de três degraus quadrangulares. Sobre estes surge um plinto cúbico de faces molduradas rematado por ressaltos quadrangulares na base e no topo.

Com um pedestal igualmente quadrado, eleva-se o fuste de forma octogonal e liso, possuindo a meio deste um anel de ferro com argola de sujeição.

O capitel é formado por dois filetes oitavados encimados por um ábaco com a mesma configuração. Com um plinto quadrado, com molduras crescentes na base e topo, servindo de remate e possuindo três faces decoradas com florões e a cruz da Ordem de Cristo.

É finalizado por um pináculo cónico sobrepujado por uma esfera armilar.

Classificação

Só a partir de 1933 é que este monumento é classificado como Imóvel de Interesse Público.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 31.774' W 008 46.780'  (41.52957, -8.77967)

Temas / Tags

Esposende, publicado em por